Tendência temporal e fatores associados ao consumo de carnes gordurosas na população brasileira entre de 2007 a 2014

Temporal trend and factors associated with consumption of fatty meats by the Brazilian population between 2007 and 2014

Giovana Longo-Silva Jonas Augusto Cardoso da Silveira Risia Cristina Egito de Menezes Patrícia Menezes Marinho Silvany Barros Olímpio Epifânio Karine Maria de Melo Brebal Maysa Helena de Aguiar Toloni Sobre os autores

Resumo

O objetivo deste artigo é analisar a tendência temporal do consumo de carnes gordurosas (CG) e fatores associados ao seu consumo habitual entre 2007 e 2014. Série temporal do consumo de CG (vermelha e frango/galinha) realizada a partir do inquérito telefônico “Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas” (Vigitel). A tendência do consumo foi analisada por regressão “joinpoint” e expressa em variação percentual anual (VPA[IC95%]), enquanto os fatores sociodemográficos e comportamentais associados em 2007 e 2014 por modelo linear generalizado (log-binomial). Entre 2007-2014, o consumo ≥ 5x/semana de carnes brancas aumentou (VPA 6,9% [5,7; 8,1]), enquanto as vermelhas permaneceu estável. O consumo CG apresentou redução significativa a partir de 2011 (VPA -4,0%[-7,5; -0,2]), provavelmente em função da redução no consumo das vermelhas gordurosas. Identificamos que o sexo masculino, as faixas etárias mais jovens, residir nas regiões CO/SE/S, escolaridade ≤ 8 anos e o uso abusivo de álcool e tabaco se associaram com o consumo de CG; assistir televisão > 3h/dia foi associada apenas em 2014. No período analisado houve redução no consumo de CG pela população brasileira, sendo seu consumo associado a fatores sociodemográficas e outros comportamentos promotores de DCNT.

Carne; Consumo de alimentos; Inquéritos populacionais; Brasil

ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Av. Brasil, 4036 - sala 700 Manguinhos, 21040-361 Rio de Janeiro RJ - Brazil, Tel.: +55 21 3882-9153 / 3882-9151 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cienciasaudecoletiva@fiocruz.br