O Comitê Cidadão como estratégia cogestiva em uma pesquisa participativa no campo da saúde mental

The Citizen Committee as a co-management strategy in participatory research in the field of mental health in Quebec

Eduardo Passos Thais Mikie de Carvalho Otanari Bruno Ferrari Emerich Lorena Guerini Sobre os autores

O tema dos direitos dos usuários ganha centralidade na discussão contemporânea no campo da saúde mental. A partir da criação de um Comitê Cidadão, composto por usuários e familiares em uma aliança de pesquisa internacional entre Brasil e Canadá, propomos discutir os efeitos, nestes sujeitos, da experiência de cogestão promovida pela pesquisa participativa "Gestão Autônoma da Medicação (GAM)". Através de descrição detalhada do histórico do Comitê e de entrevista e análise de transcrição da voz de seus membros, problematizamos a relação dialogada entre o saber científico e o saber advindo da experiência singular destes sujeitos, em uma perspectiva metodológica de pesquisa participativa. Como resultado da pesquisa, observamos que a experiência do Comitê Cidadão na cogestão da pesquisa em saúde pode ser propiciadora do aumento nos graus de autonomia, maior empoderamento e exercício de protagonismo e cidadania, com a consequente emergência de sujeitos de direitos.

Direitos; Cidadania; Empoderamento; Autonomia; Pesquisa participativa


ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Av. Brasil, 4036 - sala 700 Manguinhos, 21040-361 Rio de Janeiro RJ - Brazil, Tel.: +55 21 3882-9153 / 3882-9151 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cienciasaudecoletiva@fiocruz.br