Deficiência de micronutrientes e crescimento linear: revisão sistemática de estudos observacionais

Micronutrient deficiencies and linear growth: a systematic review of observational studies

Dixis Figueroa Pedraza Ana Carolina Dantas Rocha Márcia Cristina Sales Sobre os autores

O objetivo do artigo é avaliar a associação das deficiências de ferro, vitamina A e zinco com o déficit de crescimento linear. Revisão sistemática nas bases de dados eletrônicas PubMed, LILACS e SciELO. Foram selecionados artigos publicados entre janeiro de 1995 e março de 2010, considerando os descritores: (growth OR nutritional status) AND (child, preschool OR infant) AND (zinc AND iron AND vitamin A) OR (zinc AND iron) OR (zinc AND vitamin A) OR (iron AND vitamin A). Foram revisados 14 estudos de delineamento observacional. Dos estudos tipo coorte (dois), um indicou associação estatística entre o estado nutricional de ferro e o déficit de estatura; o outro apontou associação estatística entre as concentrações de ferritina sérica e o ganho de estatura. Dez estudos transversais investigaram a associação estatística entre as deficiências de micronutrientes e o déficit de estatura, resultando três deles na associação para o ferro, dois para a vitamina A e nenhum para o zinco. O esclarecimento sobre a associação entre o déficit de estatura e as deficiências de ferro, vitamina A e zinco dificulta-se por fatores de caráter biológico e relacionados à magnitude das deficiências, o que sugere a importância da padronização metodológica dos estudos.

Crescimento linear; Estatura; Déficit de estatura; Ferro; Vitamina A; Zinco


ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Av. Brasil, 4036 - sala 700 Manguinhos, 21040-361 Rio de Janeiro RJ - Brazil, Tel.: +55 21 3882-9153 / 3882-9151 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cienciasaudecoletiva@fiocruz.br