Prevalência e fatores associados a amputações por pé diabético

The prevalence and factors associated with diabetic foot amputations

O objetivo desta investigação foi determinar a prevalência de amputações por pé diabético e analisar associações com fatores relacionados à pessoa e à atenção básica. Estudo epidemiológico de corte transversal. A amostra compreendeu 214 portadores de pé diabéticos internados em um dos quatro hospitais com especialidade cirurgia vascular de Pernambuco. Os dados foram coletados mediante questionário semiestruturado. Na análise dos dados foram aplicados os procedimentos da estatística descritiva, análise de associações de qui-quadrado e de regressão de poisson (p < 0,05). A prevalência de amputações encontrada foi de 50%. Estiveram associados à sua ocorrência fatores relacionados à pessoa: baixa escolaridade (p = 0,027), duas ou mais pessoas residentes no domicílio (p = 0,046) e renda do paciente inferior a um salário mínimo (p = 0,004). Dos fatores relacionados à atenção básica: não ter os pés examinados (RP = 1,17) e não ter recebido orientações sobre os cuidados com os pés (RP = 2,24) nas consultas realizadas no último ano, além de não usar o medicamento para controle do DM conforme prescrição (RP = 1,60) e controle inadequado da glicemia (RP = 1,83) foram associados à ocorrência de amputações. A compreensão desses fatores ajuda a identificar aspectos da assistência preventiva que precisam ser melhorados.

Pé diabético; Amputações; Atenção básica


ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Av. Brasil, 4036 - sala 700 Manguinhos, 21040-361 Rio de Janeiro RJ - Brazil, Tel.: +55 21 3882-9153 / 3882-9151 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cienciasaudecoletiva@fiocruz.br