Accessibility / Report Error

Entre negociação e conflito: gênero e coerção sexual em três capitais brasileiras

Negotiation and conflict: gender and sexual coercion in three Brazilian capitals

Este artigo aborda a temática da coerção sexual a partir de dados coletados, entre os anos de 2001 e 2002, pelo inquérito populacional realizado em três capitais brasileiras (Rio de Janeiro, Salvador e Porto Alegre), na etapa quantitativa da pesquisa Gravidez na adolescência: estudo multicêntrico sobre jovens, sexualidade e reprodução no Brasil (GRAVAD). Os resultados aqui apresentados se referem às perguntas do questionário de entrevistas que contemplaram aspectos das práticas de negociação em torno do sexo, as experiências passíveis de serem identificadas como coerção sexual e valores sexuais dos jovens entrevistados. Os informantes eram homens e mulheres, entre 18 e 24 anos. A análise do material aponta a importância dos contextos específicos de interação e das dinâmicas e convenções locais de interação sexual entre os gêneros na configuração de determinados comportamentos enquanto formas de sexo forçado. Busca-se assim relativizar a noção positivada de violência presente em parte da literatura internacional sobre o tema.

Coerção sexual; Negociação sexual; Relações de gênero; Sexualidade; Violência


ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Av. Brasil, 4036 - sala 700 Manguinhos, 21040-361 Rio de Janeiro RJ - Brazil, Tel.: +55 21 3882-9153 / 3882-9151 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cienciasaudecoletiva@fiocruz.br