Adaptação transcultural e validação da escala de autoeficácia para a escovação dentária noturna

Fernanda Maria Rovai Bado Flávio Rebustini Roberta Gurgel Azzi Luiza Cristina Mauad Ferreira Gislaine Afonso de Souza Lisa Jamieson Fábio Luiz Mialhe Sobre os autores

Resumo

O objetivo deste estudo foi realizar a adaptação transcultural e validação da “Escala de Autoeficácia para escovação dentária noturna” em uma população de adultos brasileiros. A tradução e a adaptação transcultural para a língua portuguesa foram realizadas de acordo com padrões recomendados na literatura. A validade de construto foi realizada por meio de análises fatoriais exploratória e confirmatória em uma amostra de 198 adultos. A confiabilidade do instrumento foi aferida pelos índices Alpha e Ômega. O modelo foi observado como unidimensional para todos os indicadores, com variância explicada de 85,7%, cargas fatoriais entre 0,85 e 0,91 e comunalidades entre 0,72 e 0,83. Os índices de ajuste do modelo apresentados pela análise confirmatória estiveram entre 0,98 e 0,99, com cargas fatoriais entre 0,85 e 0,93 e valores de regressão entre 0,69 e 0,84, indicando a qualidade do instrumento. Para a confiabilidade do instrumento, os valores de Alpha e Ômega apresentaram índices idênticos de 0,95, mostrando altos níveis de confiabilidade do modelo. O índice de replicabilidade G-H foi de 0,96, indicando a estabilidade da solução em outros contextos e amostras. Concluímos que todos os indicadores representaram excelentes evidências de validade da “Escala de Autoeficácia para Escovação Dentária Noturna”.

Palavras-chave
Autoeficácia; Saúde bucal; Psicometria; Medicina do comportamento

ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Av. Brasil, 4036 - sala 700 Manguinhos, 21040-361 Rio de Janeiro RJ - Brazil, Tel.: +55 21 3882-9153 / 3882-9151 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cienciasaudecoletiva@fiocruz.br