Accessibility / Report Error

Prevalência e fatores associados à adesão de crianças na terapia antirretroviral em três centros urbanos do sul do Brasil

Prevalence and factors associated with the adhesion of children in highly active antiretroviral therapy in three urban centers in Southern Brazil

Eliana Silva Trombini Lígia Braun Schermann Sobre os autores

O presente estudo verificou a prevalência e fatores associados à adesão de crianças na terapia antirretroviral (TARV), em três centros urbanos do Sul do Brasil: Passo Fundo, Canoas e Cachoeira do Sul. A população do estudo foi de 44 crianças, de dezoito meses a treze anos de idade, em TARV. Os dados foram coletados através de um questionário sociodemográfico com os cuidadores, visando conhecer sexo, idade, escolaridade, esquema de tratamento e estado clínico das crianças, bem como renda, idade e escolaridade do cuidador. Considerou-se adesão quando a TARV atingiu 95% do regime prescrito. O delineamento do estudo foi analítico transversal. Os dados foram analisados de forma descritiva (frequência, percentual) e através de análise bivariada (qui-quadrado), cruzando-se o desfecho (adesão à TARV) com as variáveis independentes: estado clínico, esquema de tratamento e dados sociodemográficos da criança e do cuidador. Os resultados mostraram uma adesão de 82% do total das crianças estudadas. A análise bivariada não apontou associações significativas entre a adesão e as variáveis independentes. Foi encontrada uma possível tendência linear de aumento da adesão em função do melhor estado clínico da criança. O alto percentual de adesão obtido no presente estudo está de acordo com o encontrado na literatura.

HIV; Adesão; TARV; Crianças; Adolescentes; Fatores associados


ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Av. Brasil, 4036 - sala 700 Manguinhos, 21040-361 Rio de Janeiro RJ - Brazil, Tel.: +55 21 3882-9153 / 3882-9151 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cienciasaudecoletiva@fiocruz.br