Satisfação com a vida, experiência odontológica e autopercepção da saúde bucal entre idosos

Satisfaction with life, dental experience and self-perception of oral health among the elderly

Lilian Rigo Kenny Basso Jandir Pauli Graziela Oro Cericato Luiz Renato Paranhos Raissa Rigo Garbin Sobre os autores

Resumo

O objetivo deste artigo é analisar a relação existente entre a satisfação com a vida e a autopercepção em saúde bucal e a experiência com cirurgiões-dentistas. A pesquisa tem um delineamento epidemiológico transversal, com uma amostra de 326 idosos acima de 60 anos de idade, moradores de um município do norte do Rio Grande do Sul, Brasil. Para o instrumento de coleta de dados foi utilizado um questionário autoaplicativo com questões referentes à autopercepção em saúde bucal (OHIP – Perfil de Impacto na Saúde Oral), Escala de Satisfação com a Vida e dados sociodemográficos. Os resultados mostraram que idosos com maiores níveis de satisfação com a vida apresentaram uma melhor percepção de sua própria saúde bucal, bem como possuem uma melhor imagem percebida dos cirurgiões-dentistas e sentem menos ansiedade em relação à experiência com o dentista. Comprova-se que tanto a autopercepção que os idosos possuem da saúde bucal quanto a experiência com cirurgiões-dentistas possuem uma associação com a satisfação com a vida. Os resultados possuem implicações importantes para tomadores de decisões e formuladores de políticas públicas.

Qualidade de vida; Saúde bucal; Idoso; Autopercepção

ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Av. Brasil, 4036 - sala 700 Manguinhos, 21040-361 Rio de Janeiro RJ - Brazil, Tel.: +55 21 3882-9153 / 3882-9151 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cienciasaudecoletiva@fiocruz.br