Accessibility / Report Error

As consequências do processo de desterritorialização da pesca artesanal na Baía de Sepetiba (RJ, Brasil): um olhar sobre as questões de saúde do trabalhador e o ambiente

Deterritorialization of artisanal fisheries in Sepetiba Bay (State of Rio de Janeiro, Brazil): an overview of occupational health and environmental issues

Marcelo Bessa Freitas Silvio Cesar Alves Rodrigues Sobre os autores

O trabalho analisa as consequências da desterritorialização na Baía de Sepetiba sobre o processo de trabalho e saúde dos pescadores artesanais daquele território. Por meio do conceito de determinantes sociais em saúde, aproxima os novos vetores de crescimento da região com as condições de vida e saúde destes trabalhadores. Através de entrevistas semiabertas e grupos focais explicitou-se esta relação. Os resultados sugerem uma forte associação entre os empreendimentos portuários e as instalações do programa nuclear da Marinha do Brasil com a pesca extrativa tradicional, contribuindo para o aumento do tempo de navegação e dos riscos ocupacionais inerentes à pesca artesanal. Além dos impactos econômicos e ambientais na produtividade e qualidade do pescado, consequência direta das obras de dragagem e dos novos fluxos de navegação e fundeio estabelecidos e impostos pelo estado.

Determinantes sociais da saúde; Desterritorialização; Pesca artesanal; Riscos ocupacionais; Baía de Sepetiba


ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Av. Brasil, 4036 - sala 700 Manguinhos, 21040-361 Rio de Janeiro RJ - Brazil, Tel.: +55 21 3882-9153 / 3882-9151 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cienciasaudecoletiva@fiocruz.br