A representação do consumo de bebidas alcoólicas para adolescentes atendidos em uma Unidade de Saúde da Família

The representation of alcoholic beverages consumption for adolescents in a Family Health Unit

Sinara de Lima Souza Maria das Graças Carvalho Ferriani Marta Angélica Iossi Silva Romeu Gomes Tatiana Costa Souza Sobre os autores

O consumo de bebidas alcoólicas por adolescentes se constitui em problema mundial com repercussão nos diversos setores sociais. Entretanto, as motivações para tal prática ainda são pouco estudadas. Buscando desvendá-las, desenvolveu-se uma pesquisa qualitativa, com o objetivo de compreender as representações socialmente construídas dos adolescentes acerca do consumo de bebidas alcoólicas, em uma Unidade de Saúde da Família da cidade de Feira de Santana, Bahia, Brasil. Os sujeitos foram vinte e um adolescentes de ambos os sexos. As técnicas utilizadas para a coleta de dados foram observação, grupos focais e entrevista semiestruturada. Analisou-se os dados através da interpretação dos sentidos. Teve-se como resultados: esta prática representa "beber muito" que se aproxima do conceito de binge drinking e "junto", evidenciando o caráter socializador da bebida. Significa também um ritual de passagem. Como fatores que influenciam a representação, destacam-se as atitudes dos adultos, especialmente o pai e a mídia. Conclui-se que a essa substância representa um capital simbólico, havendo contradições relativas à questão, precariedade de fatores protetores e existência de fatores de vulnerabilidade, sendo necessário o repensar das políticas públicas para os adolescentes e para essa problemática.

Adolescente; Bebidas alcoólicas e representações sociais


ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Av. Brasil, 4036 - sala 700 Manguinhos, 21040-361 Rio de Janeiro RJ - Brazil, Tel.: +55 21 3882-9153 / 3882-9151 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cienciasaudecoletiva@fiocruz.br