Práticas alimentares cotidianas de mulheres obesas moradoras da Favela da Rocinha (Rio de Janeiro, RJ, Brasil)

Daily eating habits of obese women living in Rocinha Shanytown (Rio de Janeiro, RJ, Brazil)

O presente artigo apresenta conclusões de uma pesquisa desenvolvida na Ensp/Fiocruz, como parte do curso de mestrado. A pesquisa teve como um dos objetivos investigar as práticas alimentares de mulheres moradoras da Favela da Rocinha (Rio de Janeiro, RJ) na perspectiva socioantropológica. Os resultados revelaram que a alimentação do grupo era monótona, com poucas variações do cardápio composto basicamente por arroz, feijão, açúcares e gorduras. Observamos ainda a rejeição aos produtos industrializados e enlatados. Este padrão de consumo alimentar parece se aproximar da cultura alimentar brasileira, revelando a preservação da identidade nacional a partir da alimentação. Dessa forma, há necessidade de superar pressupostos em torno da relação entre consumo alimentar e obesidade, especialmente no que diz respeito à ideia predominante de mudanças na dieta com a incorporação de uma dieta "moderna" ou "ocidental" que permeia grande parte dos estudos no campo da nutrição no Brasil. Nessa direção, sinalizamos a necessidade de resgatar a abordagem multidimensional para os estudos sobre alimentação e nutrição no país. Tal proposta implica a superação de quadros conceituais restritos e a construção de novas agendas de investigação.

Antropologia; Nutrição; Práticas alimentares; Obesidade


ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Av. Brasil, 4036 - sala 700 Manguinhos, 21040-361 Rio de Janeiro RJ - Brazil, Tel.: +55 21 3882-9153 / 3882-9151 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cienciasaudecoletiva@fiocruz.br