Estratégias pedagógicas em grupos com o tema alimentação e nutrição: os bastidores do processo de escolha

Fernanda Cangussu Botelho Lúcia Dias da Silva Guerra Alexandra Pava-Cárdenas Ana Maria Cervato-Mancuso Sobre os autores

Resumo

O estudo objetivou compreender as representações sociais dos profissionais de saúde que explicam a escolha de estratégias pedagógicas para o desenvolvimento de grupos educativos com o tema alimentação e nutrição, como espaços de promoção da saúde, na Atenção Primária à Saúde (APS). Pesquisa qualitativa, realizada por meio de observação sistemática de um encontro de cada grupo acessado e entrevista semiestruturada com os respectivos coordenadores das ações. Na análise, utilizou-se a técnica do Discurso do Sujeito Coletivo (DSC), fundamentada na Teoria das Representações Sociais. Foram gerados seis DSC, mostrando que a escolha das estratégias pedagógicas é feita considerando: a valorização da participação coletiva; o perfil da população; o acesso a recursos audiovisuais; a praticidade para os profissionais; a disponibilidade de recursos humanos; e o uso da experiência corporal. Fica evidente que as decisões sobre o uso de estratégias pedagógicas são influenciadas pelo contexto, relações de trabalho e instituição, além das próprias crenças e conhecimentos dos profissionais de saúde. A abordagem da alimentação e nutrição em grupos educativos como espaços promotores de saúde está inserida numa APS complexa, que envolve elementos estruturais, além das políticas públicas.

Profissional de saúde; Atenção Primária à Saúde; Educação alimentar e nutricional; Educação em saúde

ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Av. Brasil, 4036 - sala 700 Manguinhos, 21040-361 Rio de Janeiro RJ - Brazil, Tel.: +55 21 3882-9153 / 3882-9151 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cienciasaudecoletiva@fiocruz.br