Desastres: tecnicismo e sofrimento social

Disasters: technicism and social suffering

Norma Felicidade Lopes da Silva Valencio

Desde uma perspectiva crítica das ciências sociais, o estudo analisa preliminarmente aspectos do approach tecnicista de defesa civil no Brasil, para tê-lo como referência para a usual indiferença do meio técnico-operacional quanto ao sofrimento social multidimensional dos grupos afetados nos desastres. O quadro analítico se baseia em pesquisa documental, sobretudo em registros institucionais e em revisão de literatura dos autores de referência no debate, bem como nos estudos mais recentes sobre alguns dos casos mais emblemáticos de desastres recentes no país. Conclui-se que a preocupação com o sofrimento social multidimensional dos grupos sociais afetados nos desastres é ausente no escopo institucional.

Desastres; Direitos humanos; Defesa civil; Sofrimento social


ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Av. Brasil, 4036 - sala 700 Manguinhos, 21040-361 Rio de Janeiro RJ - Brazil, Tel.: +55 21 3882-9153 / 3882-9151 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cienciasaudecoletiva@fiocruz.br