Renúncia, violência e denúncia: representações sociais do homem agressor sob a ótica da mulher agredida

Vannucia Karla de Medeiros Nóbrega João Mário Pessoa Júnior Ellany Gurgel Cosme do Nascimento Francisco Arnoldo Nunes de Miranda Sobre os autores

Resumo

Objetiva-se analisar as representações sociais do comportamento agressivo do homem sob a ótica da mulher agredida. Trata-se de um estudo de natureza qualitativa e representacional realizado com vinte mulheres que estavam sob proteção do Centro de Referência de Natal/RN, tendo como instrumento de coleta de dados a narrativa livre. Para a análise dos dados textuais, optou-se pelo uso do software ALCESTE 2010. Elaboraram-se três categorias de temáticas: i) O aprisionamento da mulher; ii) A violência e suas significações; iii) A ruptura do ciclo violento. As representações sociais do comportamento agressivo do homem sob a ótica da mulher agredida estão ancoradas nos papéis sociais do homem na família e na sociedade. Assim, configura-se um modelo de masculinidade dominante que reforça, construções familiares e repetições de papéis.

Violência contra a mulher; Masculinidade; Gênero

ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Av. Brasil, 4036 - sala 700 Manguinhos, 21040-361 Rio de Janeiro RJ - Brazil, Tel.: +55 21 3882-9153 / 3882-9151 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cienciasaudecoletiva@fiocruz.br