Desafios para a ação interdisciplinar na atenção básica: implicações relativas à composição das equipes de saúde da família

Challenges to an interdisciplinary action in basic care: implications related to composition of family health teams

O Programa Saúde da Família (PSF) surge como uma nova estratégia de atenção à saúde e de reorientação do modelo de assistência. Partindo desses pressupostos, o presente artigo tem como objetivo refletir sobre a relação entre integralidade na atenção básica e a composição das equipes de saúde da família, na perspectiva dos integrantes da equipe mínima do PSF, caracterizando as possibilidades de atuação e contribuições de outros profissionais de saúde no PSF. Participaram da pesquisa profissionais com curso superior, membros de equipes de PSF de um município no sul do Brasil. A qualidade da experiência profissional ou pessoal acerca da atuação desses profissionais contribuiu para o conhecimento sobre suas possibilidades de intervenção. A investigação permitiu também analisar como a estratégia de saúde da família tem atingido os integrantes que constituem as equipes mínimas no contexto local. Além disso, evidenciou de que maneira a integralidade e a interdisciplinaridade têm sido entendidas pelos que compõem tais equipes, e as relações entre a composição das equipes e as (im)possibilidades de concretizá-la.

Equipe de Saúde da Família; Integralidade; Interdisciplinaridade; Atenção básica


ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Av. Brasil, 4036 - sala 700 Manguinhos, 21040-361 Rio de Janeiro RJ - Brazil, Tel.: +55 21 3882-9153 / 3882-9151 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cienciasaudecoletiva@fiocruz.br