Associação entre eventos de vida pós diagnóstico de câncer de mama e metástase

Cláudia de Souza Dourado Camila Brandão de Souza Denise Silveira de Castro Eliana Zandonade Maria Helena Monteiro de Barros Miotto Maria Helena Costa Amorim Sobre os autores

Resumo

Objetivou-se examinar a associação entre os eventos de vida pós-diagnóstico de câncer de mama e o aparecimento de metástase. Estudo transversal realizado com 300 mulheres atendidas em um hospital de referência em oncologia no Espírito Santo. Utilizou-se o instrumento “Life Events Units- LEU/VAS”, para avaliar os eventos de vida relatados pelas mulheres. Os dados foram analisados através dos testes não paramétrico de Wilcoxon e qui-quadrado. Foi realizado cálculo de “odds ratio” para as variáveis associadas à metástase. Identificou-se que 21% da amostra relatou pelo menos um evento de vida após o diagnóstico. Das 46 mulheres que evoluíram para metástase, 20 relataram um ou mais eventos de vida (p = 0,001). O “odds ratio” calculado aponta que ter eventos de vida pós-diagnóstico aumenta em 2,59 (1,37 – 4,91; p = 0,003) vezes a chance de desenvolver metástase. Quando considerado o tempo transcorrido entre o diagnóstico e o surgimento da metástase observou-se uma mediana de 18,0 meses. O estudo mostra uma relação entre eventos de vida e metástase, entretanto, ressalta-se a importância de uma análise mais complexa para compreender melhor os impactos causados por esses eventos no surgimento e na progressão do câncer de mama.

Palavras-chave
Neoplasias da mama; Acontecimentos que mudam a vida; Estresse; Metástase neoplásica

ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Av. Brasil, 4036 - sala 700 Manguinhos, 21040-361 Rio de Janeiro RJ - Brazil, Tel.: +55 21 3882-9153 / 3882-9151 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cienciasaudecoletiva@fiocruz.br