Ciência & Saúde Coletiva, Volume: 26, Número: 7, Publicado: 2021
  • Condição Juvenil na América Latina: demandas e enfrentamentos às iniquidades em saúde EDITORIAL

    Sobrinho, André; Souza, Edinilsa Ramos de; Njaine, Kathie; Nascimento, Marcos; Monteiro, Simone Souza
  • Juventudes en América Latina y el Caribe en perspectiva: panorama de la situación, desafíos e intervenciones promisorias ARTIGO

    Manzanero, José Roberto Luna

    Resumo em Espanhol:

    Resumen Este artículo aborda, desde la perspectiva de juventud, un panorama de la situación de las juventudes en América Latina y el Caribe a partir de indicadores socioeconómicos y demográficos globales y regionales. Provee un análisis interseccional de las opresiones y desafíos que enfrentan las personas jóvenes para alcanzar su pleno desarrollo dentro de un entramado de relaciones de poder, desigualdad, exclusión, discriminación y violencia. Con base en evidencias, destaca intervenciones eficaces y promisorias que orienten la inversión en juventud mediante políticas públicas, presupuestos y programas a escala, como medidas redistributivas del poder y los recursos que contribuyan al disfrute de sus derechos humanos, la autonomía, emancipación y agencia para participar en asuntos públicos que les afectan.

    Resumo em Inglês:

    Abstract This article approaches, from a youth perspective, an overview of the situation of youth in Latin America and the Caribbean based on global and regional socio-economic and demographic indicators. It provides an intersectional analysis of the oppressions and challenges that young people face to achieve their full potential within a complex structure of power relations, inequality, exclusion, discrimination and violence. Based on the evidence, it highlights effective and promising interventions for guiding investment in youth through public policies, budgets and programmes at scale, as measures for redistributing power and resources that contribute to the fulfilment of their human rights, autonomy, emancipation and agency to participate in public affairs that affect them.
  • Promoção em saúde mental de adolescentes em países da América Latina: uma revisão integrativa da literatura ARTIGO

    Souza, Thaís Thaler; Almeida, Ana Carolina de; Fernandes, Amanda Dourado Souza Akahosi; Cid, Maria Fernanda Barboza

    Resumo em Português:

    Resumo A Promoção em Saúde (PS) apresenta um fortalecimento recente dentro das políticas públicas e quando se trata da infância e adolescência na América Latina (AL) observa-se ainda forte consonância com as determinações internacionais. Considerando o aumento de prevalência de sofrimento psíquico nesta faixa etária e a construção histórica política dos países latino-americanos abordar a PS se torna mais urgente. O objetivo desta pesquisa foi identificar e analisar, por meio de uma revisão integrativa da literatura, produções acadêmicas que tratam de estratégias de PS mental de adolescentes na AL e, assim, visibilizar as ações e provocar reflexões dialogadas com as críticas Sulistas, representadas pela declaração de Bogotá. Após a aplicação dos critérios de inclusão e exclusão, foram selecionados 6 estudos. Identificou-se que o principal espaço onde as ações são desenvolvidas é a escola. Além disso, como medidas potenciais foram identificadas a capacitação dos profissionais, a ação grupal e o fortalecimento da atenção primária e territorial. Discute-se que a realidade socioeconômica estruturada historicamente da AL reflete uma organização própria das ações em PS. Com isso, a visibilização das estratégias que potencializam a baixo custo uma melhora na saúde mental de adolescentes pode contribuir com a reflexão atual.

    Resumo em Inglês:

    Abstract Health Promotion (HP) has recently been strengthened within public policies and still shows strong consonance with international determinations regarding childhood and adolescence in Latin America (LA). Debating HP becomes all the more urgent considering the increasing prevalence of psychological distress in this age group and the historical political construction of Latin American countries. This research aimed to identify and analyze, through an integrative review of the literature, the academic productions on strategies for mental HP of adolescents in LA and, thus, to visualize the actions and arouse reflections dialoguing with the Southern critics, represented by the Bogotá declaration. Six studies were selected after applying the inclusion and exclusion criteria. We identified that the main space where actions are developed is the school. The potential measures identified were professional training, group action, and strengthening primary and territorial care. We discussed that the historically structured socioeconomic reality of LA reflects an organization of HP actions. Furthermore, the visualization of strategies that enhance at low cost the improved mental health of adolescents can contribute to the current reflection.
  • Mortalidad juvenil, marginación social e inequidad en salud en México ARTIGO

    González-Pérez, Guillermo Julián; Vega-López, María Guadalupe

    Resumo em Espanhol:

    Resumen Este estudio busca determinar las diferencias en la mortalidad juvenil en México según causas seleccionadas, por sexo y niveles de marginación municipal extremos en dos trienios (2004-2006 y 2015-2017) y establecer una relación entre las diferencias encontradas, el entorno social y la disponibilidad de recursos de salud. Utilizando datos oficiales, se calcularon los Años de esperanza de vida perdidos (AEVP) entre 0 y 85 años -y los AEVP por el grupo de edad de 15-29 años- para 15 de las principales causas de muerte en México en ambos trienios; los AEVP se calcularon por municipios agrupados en dos categorías: alta y muy alta marginación (AyMAM) y baja y muy baja (ByMBM). Las muertes violentas (especialmente los homicidios) son las principales causas de muerte en mujeres y hombres jóvenes en todo México, independientemente del nivel de marginación, y aumentaron entre los dos trienios estudiados; los hombres de 15 a 29 años en municipios con AyMAM tuvieron un exceso de AEVP en comparación con aquellos en municipios con ByMBM en trece de las 15 causas analizadas en 2004-2006 y en todas las causas en 2015-2017, mientras que para las mujeres la cifra fue de trece de 15 en cada trienio. Esto refleja las desventajas injustas a las que están expuestos los jóvenes en los municipios de AyMAM.

    Resumo em Inglês:

    Abstract This study seeks to determine the differences in youth mortality in Mexico based on selected causes by sex and extreme levels of municipal marginalization in two triennia (2004-2006 and 2015-2017) and to establish a relationship between the differences found, the social environment and the availability of health resources. Using official data, years of life lost (YLL) between 0 and 85 years old and YLL for the 15-29-year-old age group were calculated for 15 of the main causes of death in Mexico in both triennia; the YLL was calculated for municipalities grouped into two categories: high and very high marginalization (HaVHMA) and low and very low marginalization (LaVLMA). Violent deaths (especially homicides) are the main causes of death in young women and men throughout Mexico, regardless of the level of marginalization, and increased from the first to second triennia studied. Men aged 15 to 29 years in HaVHMA municipalities had an excess YLL compared to those in LaVLMA municipalities in 13 of the 15 causes analyzed for 2004-2006 and in all causes for 2015-2017; for women, excess was observed for 13 of 15 causes in each triennium. These findings reflect the unfair disadvantages to which young people are exposed in HaVHMA municipalities.
  • Estudo de Riscos Cardiovasculares em Adolescentes (ERICA): fatores associados ao trabalho na adolescência ARTIGO

    Leon, Elisa Brosina de; Tavares, Bruno Mendes; Fernandes, Tiótrefis Gomes; Gonçalves, Roberta Lins; Franco, Fernanda Figueiroa Sanchez; Souza, Marina Batista Chaves Azevedo de; Fischer, Frida Marina; Barroso, Bárbara Iansã de Lima

    Resumo em Português:

    Resumo O objetivo do estudo foi verificar associação entre trabalho e fatores sociodemográficos, de condutas de saúde e de risco cardiovasculares em adolescentes brasileiros. Foram analisados dados do Estudo de Riscos Cardiovasculares em Adolescentes (ERICA), com amostra constituída de 37.815 adolescentes com idades entre 12 e 17 anos, estudantes do turno matutino. Considerando a amostragem complexa, foram calculadas as Razões de Prevalências (RP) brutas e ajustadas com estimativas intervalares para as variáveis usando modelo de regressão múltipla de Poisson com estimativa robusta da variância. Os fatores sociodemográficos associados ao trabalho entre adolescentes brasileiros foram: sexo masculino (RP 1,34), idade entre 15 e 17 anos (RP 1,68), escolaridade materna até o fundamental (RP 1,26), de escola pública (RP 1,63) e da zona rural (RP 1,90). Em relação a hábitos de vida e comportamento social, a associação foi significativa em alunos ativos fisicamente (RP 1,19) e que consumiam álcool (RP 1,35). Em conclusão, o trabalho entre adolescentes brasileiros estudantes do turno matutino ainda está ligado fortemente às questões sociais. O trabalho foi associado ao consumo de álcool e não houve associação com marcadores metabólicos.

    Resumo em Inglês:

    Abstract This study aimed to verify the association between work and sociodemographic factors, health behaviors, and cardiovascular risk in Brazilian adolescents. Data from the Study of Cardiovascular Risks in Adolescents (ERICA) were analyzed, with a sample of 37,815 adolescents aged 12-17 years and morning shift students. Considering complex sampling, crude and adjusted Prevalence Ratios (PR) were calculated with interval estimates for variables by Poisson multiple regression model with robust variance estimate. The sociodemographic factors associated with work among Brazilian adolescents were male gender (PR 1.34), aged 15-17 years, with maternal schooling up to elementary school (PR 1.26), public school students (PR 1.63), and from the rural area (PR 1.90). Regarding lifestyle habits and social behavior, the association was significant in physically active (PR 1.19) and alcohol-consuming students (PR 1.35). In conclusion, work among Brazilian adolescent morning shift students is still strongly linked to social issues. Work was associated with alcohol consumption, and there was no association with metabolic markers.
  • Tendência do estado nutricional de gestantes adolescentes beneficiárias do programa de transferência condicionada de renda brasileiro Bolsa Família no período 2008-2018 ARTIGO

    Silva Júnior, André Eduardo da; Macena, Mateus de Lima; Vasconcelos, Laís Gomes Lessa; Almeida, Nykholle Bezerra; Praxedes, Dafiny Rodrigues Silva; Pureza, Isabele Rejane de Oliveira Maranhão; Bueno, Nassib Bezerra; Clemente, Ana Paula Grotti

    Resumo em Português:

    Resumo Trata-se de um estudo ecológico que objetivou analisar a tendência do estado nutricional de gestantes adolescentes beneficiárias do programa brasileiro de transferência condicionada de renda, Bolsa Família, no período 2008-2018. Foram avaliados dados secundários de gestantes adolescentes beneficiárias do Programa Bolsa Família no período de janeiro de 2008 a dezembro de 2018, extraídos dos relatórios públicos do Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional WEB. Foram consultados os relatórios de acompanhamento das condicionalidades de saúde consolidados de acesso público do Programa Bolsa Família, sempre considerando a 2ª vigência. Observou-se uma variação anual de -1,2% (IC95%: [-1,6; -0,8] p<0,01) na prevalência de baixo peso na amostra estudada. Com relação as prevalências de sobrepeso e obesidade no país, observou-se variações anuais de 2,9% (IC95%: [2,0; 3,7] p<0,01) e 7,5% (IC95%: [5,7; 9,3] p<0,01), respectivamente. Conclui-se que, no período avaliado, a prevalência de baixo peso entre as gestantes adolescentes beneficiárias do Programa Bolsa Família apresentou uma tendência decrescente, ao passo que as prevalências de sobrepeso e obesidade apresentam uma tendência crescente em todo o Brasil.

    Resumo em Inglês:

    Abstract This ecological study aimed to analyze the trend of the nutritional status of pregnant adolescent beneficiaries of the Brazilian Bolsa Família conditional cash transfer program in the 2008-2018 period. We evaluated secondary data of pregnant adolescent beneficiaries of the Bolsa Família Program from January 2008 to December 2018, extracted from the public reports of the WEB Food and Nutrition Surveillance System. We accessed the monitoring reports on the consolidated public-access health conditionalities of the Bolsa Família Program, always considering the second validity. An annual variation of -1.2% (95%CI: [-1.6; -0.8] p<0.01) was observed in the prevalence of underweight in Brazil in the studied sample. The prevalence of overweight and obesity in the country had annual variations of 2.9% (95%CI: [2.0; 3.7] p<0.01) and 7.5% (95%CI: [5.7; 9.3] p<0.01), respectively. We conclude by saying, that, in the evaluated period, the prevalence of underweight among pregnant adolescent beneficiaries of the Bolsa Família Program showed a decreasing trend, while the prevalence of overweight and obesity increased throughout Brazil.
  • Persistem iniquidades sociais na distribuição da cárie dentária em adolescentes maranhenses? Contribuições de um estudo de base populacional ARTIGO

    Sousa, Francenilde Silva de; Lopes, Brenda Costa; Costa, Elisa Miranda; Alves, Cláudia Maria Coelho; Queiroz, Rejane Christine de Sousa; Tonello, Aline Sampieri; Ribeiro, Cecília Cláudia Costa; Thomaz, Erika Barbara Abreu Fonseca

    Resumo em Português:

    Resumo O objetivo foi analisar a associação de fatores socioeconômicos com a prevalência de cárie dentária em adolescentes de São Luís, Maranhão, para responder se as iniquidades sociais persistem na distribuição desta doença. Este é um estudo transversal aninhado a uma coorte prospectiva. Incluímos 2.413 adolescentes de 18-19 anos, avaliados em 2016 (2º seguimento). O desfecho foi a ocorrência de dentes com cárie dentária não tratada (sim ou não), avaliada pelo índice CPO-D. Características socioeconômicas e demográficas foram as variáveis independentes. Foram realizadas análises estatísticas descritivas e de regressão de Poisson, calculando-se razões de prevalência (RPs) brutas e ajustadas (alpha=5%). Pertencer às classes econômicas C (RP=1,23; IC95%:1,11-1,37) ou D-E (RP=1,48; IC95%: 1,32-1,65), estar casado/morar com companheiro (RP=1,22; IC95%:1,07-1,39), ter pais separados (RP=1,11; IC95%1,03-1,19) e maior número de pessoas na residência (RP=1,05; IC95%:1,03-1,07) foram associadas a maior prevalência de cárie dentária. Apesar da implementação da Política Nacional de Saúde Bucal, as iniquidades sociais em saúde bucal de adolescentes persistem. É fundamental que o modelo de atenção à saúde vigente busque a reorientação das estratégias de educação em saúde, direcionando-as a populações vulneráveis.

    Resumo em Inglês:

    Abstract This study aimed to analyze the association of socioeconomic factors with the prevalence of dental caries in adolescents from São Luís, Maranhão, Brazil, to answer whether social inequalities persist in distributing this disease. This is a cross-sectional study nested in a prospective cohort. We included 2,413 adolescents aged 18-19 years evaluated in the 2016 second follow-up. The outcome was teeth with untreated dental caries (yes or no) assessed by the DMFT index. Socioeconomic and demographic characteristics were the independent variables. Descriptive statistical and Poisson regression analyses were performed, calculating crude and adjusted prevalence ratios (PRs) (alpha=5%). Belonging to economic classes C (PR=1.23; 95% CI: 1.11-1.37) or D-E (PR=1.48; 95% CI: 1.32-1.65), being married/living with a partner (PR=1.22; 95% CI: 1.07-1.39), having separated parents (PR=1.11; 95% CI 1.03-1.19) and a greater number of people in the household (PR=1.05; 95% CI: 1.03-1.07) were associated with a higher prevalence of dental caries. Social inequalities in adolescent oral health persist despite the implementation of the National Oral Health Policy. The current health care model should seek to reorient health education strategies, targeting them at vulnerable populations.
  • Prevalência de perda dentária e fatores associados em adolescentes institucionalizados: um estudo transversal ARTICLE

    Casarin, Maísa; Nolasco, Wagner da Silva; Colussi, Paulo Roberto Grafitti; Piardi, Carla Cioato; Weidlich, Patricia; Rösing, Cassiano Kuchenbecker; Muniz, Francisco Wilker Mustafa Gomez

    Resumo em Português:

    Resumo Esse estudo objetivou avaliar a prevalência de perda dentária e fatores associados em adolescentes institucionalizados. Esse estudo transversal incluiu 68 adolescentes do sexo masculino de um Centro de Atendimento Socioeducativo (CASE) com idades entre 15 e 19 anos. Questionários estruturados foram aplicados individualmente para acessar variáveis sociodemográficas, econômicas, médicas, comportamentais e autopercepção de saúde bucal. Todos os dentes presentes foram avaliados pelo Índice de dentes Cariados, Perdidos e Obturados (CPOD). A prevalência de perda dentária foi analisada em indivíduos com ≥1 dente perdido. Associações entre perda dentária e variáveis de exposição foram analisadas por regressão de Poisson com estimativa de variância robusta. A prevalência de perda dentária foi 47,06%. Primeiros molares na mandíbula e maxila e incisivos centrais na maxila foram os dentes mais ausentes. No modelo multivariado, número de dentes cariados esteve associado com perda dentária, e aqueles que faziam uso diário de medicações foram associados a maior perda dentária. Além disso, perda dentária foi associada com cárie dentária e uso diário de medicação. Promoção de saúde bucal e seu tratamento devem ser implementados nessas instituições para reduzir a prevalência de perda dentária nesses adolescentes.

    Resumo em Inglês:

    Abstract This study aimed to assess the prevalence of tooth loss and associated factors in institutionalized adolescents. This cross-sectional study included 68 male adolescents incarcerated from Socio-Educational Assistance Center (CASE) aged between 15 and 19 years. Questionnaires were applied individually to assess sociodemographical, economical, medical, behavioral and oral health self-perception variables. All present teeth were evaluated by Decay, Missing, Filling (DMF) Index. The prevalence of tooth loss was analyzed in individuals with ≥1 tooth loss. Associations between tooth loss and exposure variables studied were analyzed by Poisson Regression with robust variance estimation. The prevalence of tooth loss was 47.06%. First molars in the mandible and maxilla and central incisor in the maxilla were the most absent teeth. In the multivariate model, number of decayed teeth, and those that reported daily use of medication were associated with higher tooth loss. Besides, tooth loss was associated with decayed tooth and daily use of medication. Oral health promotion and treatment should be implemented in these institutions to reduce the prevalence of dental loss in these adolescents.
  • Diversidade sexual: uma leitura do impacto do estigma e discriminação na adolescência ARTIGO

    Silva, José Carlos Pacheco da; Cardoso, Rodrigo Ribeiro; Cardoso, Ângela Maria Rosas; Gonçalves, Renato Santos

    Resumo em Português:

    Resumo O objetivo deste artigo é analisar o impacto do estigma e da discriminação diante do sofrimento psíquico de adolescentes LGBT. Estudo qualitativo em serviço ambulatorial especializado de Saúde Mental Infantojuvenil, da Atenção Secundária da Secretaria de Saúde do Distrito Federal. Participaram do estudo nove adolescentes. Entrevista em profundidade viabilizou a coleta de dados, cuja análise ocorreu com utilização do software Iramuteq e da Análise de Conteúdo de Bardin. Intolerância à identidade de gênero e orientação sexual, fundamentada na heteronormatividade, viola direitos humanos e constitui relevante determinante social em saúde, e a superação dos sofrimentos psíquicos apresentados, articulada com o respeito aos direitos humanos da comunidade LGBT, constitui importante vetor para enfrentamento das iniquidades em saúde na adolescência. A discriminação de adolescentes LGBT é um determinante social que também deve ser enfrentado pelos serviços em saúde, pois ocasiona prejuízos, como a evasão escolar, falta de oportunidades, perda do vínculo familiar e comportamento suicida.

    Resumo em Inglês:

    Abstract The objective of this article is to analyze the impact of stigma and discrimination against the LGBT adolescents’ psychic suffering. Qualitative study conducted in a specialized outpatient service of Child and Adolescent Mental Health Secondary Care of the Federal District’s Health Secretariat. Nine adolescents participated. In-depth interviews facilitated data collection, and data were analyzed with Iramuteq software and Bardin’s Content Analysis. Gender identity and sexual orientation intolerance based on heteronormativity violate human rights and are relevant social determinants in health, and overcoming the psychological distress problems identified, combined with respect for human rights of the LGBT community, is an essential vector for facing adolescent health inequalities. Discrimination against LGBT adolescents is a social determinant that health services must address since its leads to harmful consequences, such as school dropouts, lack of opportunities, family bond losses, and suicidal behavior.
  • Estigma relacionado ao HIV entre jovens em transição para a clínica de adultos num hospital público no Rio de Janeiro, Brasil ARTIGO

    Cruz, Maria Letícia Santos; Darmont, Mariana de Queiroz Rocha; Monteiro, Simone Souza

    Resumo em Português:

    Resumo Neste estudo investigamos como vivências de estigma do HIV se expressam entre jovens soropositivos, em transição para a clínica de adultos, no serviço de saúde, na família e nas interações afetivos-sexuais e sua relação com as desigualdades e hierarquias sociais. O estudo envolveu 31 jovens (idade mediana 21) em transição para a clínica de adultos (G1) e 12 jovens (idade mediana 30) que já fizeram essa transição (G2), ambos atendidos num serviço de saúde do Rio de Janeiro. Dentre os 43 jovens, 70% eram mulheres e 65% foi infectado por transmissão vertical. Os jovens responderam a questionários e participaram de grupos focais sobre estigma da aids e passagem para a vida adulta. A maioria relatou situações de discriminação associadas ao estigma do HIV na vida cotidiana e no cuidado em saúde. Os jovens do G1 revelaram maior preocupação com as consequências da revelação do HIV e dificuldades com o tratamento. Os relatos do G2 sugerem que a constituição de relações conjugais, incluindo parceiro/a e filhos soronegativos e o acesso ao tratamento, possibilitaram resignificar o receio da estigmatização. Os achados visam orientar a formação e ação de profissionais envolvidos na prevenção e cuidado de jovens vivendo com HIV.

    Resumo em Inglês:

    Abstract This study analyzes how experiences of HIV-related stigma are expressed among HIV-positive young people transitioning to an adult clinic, the health service, the family, the affective-sexual interactions, and their relationship with inequalities and social hierarchies. This research included 31 young people (median age 21) transitioning to an adult clinic (G1) and 12 young people (median age 30) who had already made this transition (G2), both monitored at a health service in Rio de Janeiro. Seventy percent of the 43 young people were women and 65% were infected by mother-to-child transmission. Young people answered questionnaires and participated in focus groups on AIDS stigma and transition to adulthood. Most reported discrimination associated with HIV stigma in daily life and health care. G1 young people showed more significant concern about the consequences of HIV disclosure and difficulties with treatment. The G2 accounts suggest that establishing marital relationships, including HIV-negative partners and children, linked to treatment access allowed resignifying the fear of stigmatization. The findings aim to guide the training and action of professionals involved in the prevention and care of young people living with HIV.
  • O insustentável peso da autoimagem: (re)apresentações na sociedade do espetáculo ARTIGO

    Oliveira, Michelle Rodrigues de; Machado, Jacqueline Simone de Almeida

    Resumo em Português:

    Resumo Este estudo teve por objetivo identificar a autoimagem apresentada pelos adolescentes, frente à uma sociedade tecida pela exigência de imagem e padrões corporais considerados perfeitos, compreendendo a influência das relações sociais e da mídia na construção de suas identidades. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, alicerçada na História Oral, envolvendo 13 adolescentes de 15 a 19 anos, dos sexos feminino e masculino, alunos de uma escola pública de Minas Gerais. Utilizou-se de entrevistas com roteiro semiestruturado para a coleta dos dados, que posteriormente foram interpretados por análise temática de conteúdo, proposta por Bardin. Os achados foram dispostos em duas categorias: 1 - A imagem de si no processo de construção da identidade do adolescente e 2 - O ideal estético da sociedade do espetáculo. Os relatos demonstram a forte influência das tecnologias na formação de suas identidades e possíveis consequências que a busca de uma imagem espetacular para atender aos padrões estéticos do mundo virtual ou real podem trazer aos adolescentes. Esta autoimagem idealizada revela o modo de ser e viver da contemporaneidade, os valores, a fragilidade e a superficialidade das relações estabelecidas na sociedade do espetáculo.

    Resumo em Inglês:

    Abstract This study aimed to identify adolescent self-image in the face of a society forged by perfect image-body standards, understanding the influence of social relationships and the media in constructing their identities. This is qualitative research based on Oral History involving 13 male and female and adolescents aged 15-19, students from a public school in Minas Gerais. We employed interviews with a semi-structured roadmap to collect data, which were later interpreted by thematic content analysis proposed by Bardin. The findings were arranged into two categories: 1 - Self-image in the construction of the adolescent’s identity and 2 - The aesthetic ideal of the spectacle society. The reports show a strong influence of technology in forming their identities and possible consequences that the search for a spectacular image to meet the aesthetic standards of the virtual or real world can bring to adolescents. This idealized self-image reveals the new way of being and living, the values, and the fragile and superficial relationships in the spectacle society.
  • Juventude, gênero e justiça reprodutiva: iniquidades em saúde no planejamento reprodutivo no Sistema Único de Saúde ARTIGO

    Brandão, Elaine Reis; Cabral, Cristiane da Silva

    Resumo em Português:

    Resumo Iniciação sexual é um processo gradual de experimentação e aprendizado do repertório cultural sobre gênero, reprodução, contracepção, violência sexual, entre outros temas que circundam a sociabilidade juvenil. Ao contrário da perspectiva da abstinência sexual como panaceia para redução da “gravidez precoce” no Brasil, postula-se a abordagem da justiça reprodutiva como framework para enfrentar iniquidades em saúde no planejamento reprodutivo. Discutem-se desafios às políticas públicas de saúde para amparar adolescentes e jovens em suas trajetórias sexuais e reprodutivas, privilegiando a dimensão da interseccionalidade. O foco recai nas iniciativas institucionais públicas de oferta de métodos contraceptivos hormonais reversíveis de longa duração (LARC) no Sistema Único de Saúde, na última década. Do ponto de vista metodológico, tal reflexão se apoia em material empírico oriundo de pesquisa antropológica documental sobre tecnologias contraceptivas, no intuito de problematizar o que chamamos de “oferta seletiva” de tais dispositivos e seu viés discriminatório e estigmatizante. A defesa da ampliação da oferta contraceptiva no SUS, com acesso universal de todas as mulheres à LARC, distancia-se do que designamos como “coerção contraceptiva” em determinados grupos sociais.

    Resumo em Inglês:

    Abstract Sexual initiation is a gradual process of experimentation and learning the cultural repertoire of gender, reproduction, contraception, sexual violence and other topics surrounding youth sociability. Unlike sexual abstinence-based approaches promoted as a panacea for reducing “early pregnancy” in Brazil, reproductive justice is posited as a framework for addressing health inequities in family planning. This article discusses the challenges faced by public health policies in supporting adolescents and young people in their sexual and reproductive trajectories, drawing on the concept of intersectionality. We focus on public institutional initiatives providing long-acting reversible contraceptives (LARC) on the Brazilian Unified Health System (SUS) implemented over the last decade. We conducted a documentary anthropological study drawing on empirical data on contraceptive technologies in order to problematize what we call the “selective provision” of these devices and discriminatory and stigmatizing practices. Advocating the expansion of the provision of contraception on the SUS, with universal access to LARC for all women, distances itself from what we call “contraceptive coercion” among specific social groups.
  • A prevenção das infecções sexualmente transmissíveis nos roteiros sexuais de jovens: diferenças segundo o gênero ARTIGO

    Spindola, Thelma; Santana, Rosana Santos Costa; Antunes, Rômulo Frutuoso; Machado, Yndira Yta; Moraes, Paula Costa de

    Resumo em Português:

    Resumo Este estudo tem como objeto a vulnerabilidade dos jovens universitários às infecções sexualmente transmissíveis e como objetivos identificar e analisar o comportamento sexual de estudantes universitários e as práticas de prevenção às infecções sexualmente transmissíveis. Pesquisa descritiva, qualitativa, realizada em universidade privada no Rio de Janeiro, em 2016, com 30 universitários de ambos os sexos, idades entre 18-29 anos. Os dados discursivos foram coletados pela técnica de Grupo Focal e analisados com emprego da técnica de análise de conteúdo, com auxílio do software Nvivo 9.0, e ancorado na teoria dos roteiros sexuais de John Gagnon. Os achados denotam que os universitários se reconhecem como uma população vulnerável às infecções transmitidas pelo sexo desprotegido. O grupo apresenta insuficiência de conhecimentos sobre as infecções e não usa preservativos de modo contínuo. Percebeu-se, nos discursos dos universitários, que o tipo de relacionamento afetivo é determinante para uso (ou não) do preservativo. Os jovens acreditam na invulnerabilidade do grupo e, por conseguinte, assumem um comportamento sexual de risco.

    Resumo em Inglês:

    Abstract This study aims to address the vulnerability of young university students to sexually transmitted infections and to identify and analyze the sexual behavior of university students and practices to prevent sexually transmitted infections. A descriptive and qualitative research study conducted in a private university in Rio de Janeiro in 2016, with 30 university students of both genders, aged 18-29 years old. The discursive data were collected by the Focal Group technique and analyzed using the content analysis technique, with the aid of the Nvivo 9.0 software, and anchored in John Gagnon’s theory of sexual scripts. The findings denote that university students recognize themselves as a population vulnerable to infections transmitted by unprotected sex. The group has insufficient knowledge about infections and does not use condoms continuously. In the discourses of the university students, it was noticed that the type of affective relationship is determinant for the use (or not) of condoms. Young people believe in the group’s invulnerability and therefore assume risky sexual behaviors.
  • Triplo tabu: sobre o suicídio na infância e na adolescência ARTIGO

    Silva Filho, Orli Carvalho da; Minayo, Maria Cecília de Souza

    Resumo em Português:

    Resumo Este artigo pretende compreender a construção e a repercussão dos tabus que envolvem o suicídio de crianças e adolescentes, considerando o incômodo, o silêncio e o pavor que esse tema provoca em toda a sociedade. Diante do reconhecimento de um continuum de tabus (tabu da morte < tabu do suicídio < tabu do suicídio infantojuvenil), propôs-se, como tentativa de clarificar essa questão, o conceito de um triplo tabu, valorizando a incomensurabilidade das mortes autoprovocadas que têm as crianças e os adolescentes como protagonistas. Tendo sido desenvolvido a partir de um estudo qualitativo com pediatras em formação, este documento se configura como um chamado aos profissionais que assistem crianças e adolescentes no país. É preciso que a formação pediátrica reconheça esses tabus e as dimensões do comportamento suicida como uma manifestação de violência e um agravo à saúde mental, identificando-o como um elemento crítico e urgente na assistência contemporânea a crianças e adolescentes.

    Resumo em Inglês:

    Abstract This article aims to understand the construction and repercussion of taboos involving suicides among children and adolescents, considering the discomfort, silence, and dread that the theme causes across society. Due to the recognition of a continuum of taboos (taboo of death < taboo of suicide < taboo of child suicide), the authors present, as an attempt to address this issue, the concept of a triple taboo, recognizing the incommensurability of self-inflicted deaths that have children and adolescents as protagonists. Developed from a qualitative study with paediatricians during their medical residence, this paper serves as a call to professionals who assist children and adolescents in the country. Paediatric training needs to recognise these taboos and the dimensions of suicidal behaviour as a manifestation of violence and as a threat to mental health. Their identification is a critical and urgent element in contemporary children and adolescents’ care.
  • Suicídio em adultos jovens brasileiros: série temporal de 1997 a 2019 ARTIGO

    Arruda, Vilmeyze Larissa de; Freitas, Bruna Hinnah Borges Martins de; Marcon, Samira Reschetti; Fernandes, Fabiana Yanes; Lima, Nathalie Vilma Pollo de; Bortolini, Juliano

    Resumo em Português:

    Resumo Este estudo teve como objetivo analisar a série temporal da mortalidade por suicídio em adultos jovens brasileiros entre os anos de 1997 e 2019. Trata-se de um estudo ecológico, de séries temporais com indivíduos de 20 a 29 anos. Para a análise de tendência foi utilizada a regressão de Prais-Winsten. No período, o coeficiente médio de suicídio em jovens brasileiros foi de 6,36/100 mil habitantes, apresentando tendência crescente, tanto o geral, quanto no sexo feminino e masculino. Em relação ao estado civil, houve maior proporção de suicídio entre solteiros (79,02%). Quanto as regiões brasileiras, a Sul apresentou o maior coeficiente médio de mortalidade (9,18/100 mil habitantes), e as regiões Nordeste, Norte e Sudeste mostraram tendência crescente. A maioria dos óbitos ocorreram no domicílio (54,93%) e houve tendência crescente tanto no domicílio, como os estabelecimentos de saúde e outros locais. Conclui-se que a tendência do suicídio em adultos jovens brasileiros foi crescente no período, com maiores proporções entre os solteiros. As regiões brasileiras apresentaram diferentes tendências, e o domicílio, estabelecimentos de saúde e outros locais seguiram uma tendência crescente para as mortes por suicídio em adultos jovens.

    Resumo em Inglês:

    Abstract This study aimed to analyze the time series of suicide mortality in Brazilian young adults between 1997 and 2019. This is an ecological study on time series with individuals aged 20 to 29 years. The Prais-Winsten regression was used for trend analysis. The mean suicide coefficient in young Brazilians was 6.36/100 thousand inhabitants in the period, showing increasing overall, females, and male trends. Regarding marital status, there was a higher proportion of suicide among single people (79.02%). As for the Brazilian regions, the South presented the highest mean mortality coefficient (9.18/100 thousand inhabitants), and the Northeast, North, and Southeast regions showed an increasing trend. Most deaths occured at home (54.93%), and there was an increasing trend both at home, at health establishments, and other places. We conclude that the suicide trend in Brazilian young adults was increasing in the period, with more significant proportions among single people. Brazilian regions showed different trends, and households, health facilities, and other locations followed an increasing trend toward suicide deaths in young adults.
  • Sobre risco, violência e gênero: revisão da produção da saúde sobre o sexting entre jovens ARTIGO

    Patrocino, Laís Barbosa; Bevilacqua, Paula Dias

    Resumo em Português:

    Resumo Trata-se de uma revisão sistemática acerca da produção do campo da saúde sobre o sexting entre 2009 e 2019. Buscou-se analisar a produção científica com relação ao seu contexto de produção (gênero da primeira autoria, ano da publicação e país de realização), tipo de publicação, área do conhecimento, temas e sujeitos abordados e qual concepção apresentam sobre o sexting. Foram analisadas, durante o segundo semestre de 2019, as 147 publicações disponíveis no PubMed, que tinham o sexting como tema central. A busca foi feita pelo termo sexting. Foi realizada análise de estatística descritiva que envolveu um cunho interpretativo, de modo a avaliar a abordagem do risco, da violência e de gênero nessas publicações. A maioria delas tem mulheres como primeiras autoras, foi produzida nos Estados Unidos entre 2017 e 2019 e realizou abordagem quantitativa (aproximadamente 65%). Cerca de metade das produções teve como tema central a prevalência do sexting ou o comportamento de risco entre adolescentes. A grande maioria atribuiu de algum modo ao sexting um comportamento de risco, e do qual se deduz violência (70%). Uma pequena parte das publicações apresentou uma abordagem de gênero (menos de 15%). Ao não distinguir práticas saudáveis de violentas, as produções do campo da saúde têm realizado análises insuficientes do sexting.

    Resumo em Inglês:

    Abstract This is a systematic review of the health production on sexting between 2009 and 2019. The scientific production was analyzed regarding its context (gender of the first author, publication year, and country of realization), publication type, knowledge field, themes, subjects addressed, and their conception about sexting. The 147 works on sexting as a central theme retrieved from PubMed were analyzed during the second semester of 2019. The search was done on the term of sexting. A descriptive statistical, interpretive analysis was carried out to assess the approach to risk, violence, and gender in these publications. Most first authors of these publications were female, and most manuscripts were published in the U.S. between 2017 and 2019 and adopted a quantitative approach (approximately 65%). Almost half of the productions’ central theme was the prevalence of sexting or risky behavior among adolescents. The vast majority also attributed risky behavior to sexting somehow, from which violence can be inferred (70%). A negligible part of publications employed a gender approach (less than 15%). The health productions have insufficiently analyzed sexting by not distinguishing healthy from violent practices.
  • “Namorar é só sofrência”: violências na relação afetivo-sexual de adolescentes de uma escola na região Costa Verde, Rio de Janeiro, Brasil ARTIGO

    Carvalhaes, Renata de Souza; Cárdenas, Claudia Mercedes Mora

    Resumo em Português:

    Resumo O presente trabalho é resultado de uma pesquisa de mestrado que objetivou compreender como as violências nas relações afetivo-sexuais na adolescência são significadas por estudantes de uma escola estadual da região Costa Verde do Rio de Janeiro. O corpus da pesquisa deriva da observação participante no espaço escolar e de entrevistas em profundidade com 3 moças e 3 rapazes entre 18 e 24 anos. Os eixos de análise foram: as trajetórias afetivo-sexuais, as experiências que envolvem algum tipo de ação violenta no relacionamento e as agências diante dos conflitos. Os resultados revelam que as violências fazem parte do cotidiano e reforçam a dicotomia vítima e agressor. As interpretações da violência são divididas em dois sistemas, a “sofrência” e “ações violentas graves”, essas compreensões interferem no reconhecimento da violência e em suas agências. A reprodução de padrões sociais de gênero contribui para a manutenção de hierarquias e desigualdades que atingem a moças e rapazes de diferentes formas. O silenciamento a respeito do tema contribui para a invisibilidade da violência no relacionamento e consequentemente a não procura de cuidado junto aos serviços de saúde. É posto como desafio a expansão de estudos que possibilitem compreender melhor a violência nas relações afetivo-sexuais de adolescentes.

    Resumo em Inglês:

    Abstract This work is the result of a master’s thesis that aimed to understand students’ perceptions of violence within affective-sexual relationships between adolescents in a public school in the Costa Verde, Rio de Janeiro. The study corpus was derived from participant observation in the school and in-depth interviews with three girls and three boys aged between 18 and 24 years. The core areas of analysis were affective-sexual trajectories, experiences involving violence within relationships, and agency in the face of conflict. The findings reveal that violence is part of the everyday lives of adolescents and reinforce the victim/aggressor dichotomy. The adolescents’ interpretations of violence were divided into two categories: “suffering” and “serious acts of violence”. These understandings influence the recognition of violence and agency. The reproduction of gender norms contributes to sustaining gender hierarchy and inequalities, which affect girls and boys differently. Silence on this issue contributes to the invisibility of violence within relationships and the consequent failure to seek support from relevant organizations and services. Further research is needed to gain a deeper understanding of violence within affective-sexual relationships between adolescents.
  • Violências nas trajetórias afetivo-sexuais de jovens gays: “novas” configurações e “velhos” desafios ARTIGO

    Ferrari, Wendell; Nascimento, Marcos Antonio Ferreira do; Nogueira, Conceição; Rodrigues, Liliana

    Resumo em Português:

    Resumo Este artigo aborda o fenômeno da violência nas trajetórias afetivo-sexuais de jovens gays cisgênero, pertencentes a camadas populares da região metropolitana do Rio de Janeiro, Brasil. A literatura brasileira sobre violência contra homens gays, geralmente, tem como foco a discriminação sofrida por esta população, mas pouco se problematiza a violência que eles sofrem nas relações familiares devido à sua orientação sexual, ou ainda, em suas relações ditas como “namoro” ou “ficar”. Com o objetivo de discutir a presença de violências durante a trajetória afetivo-sexual dos jovens, este estudo qualitativo realizou entrevistas em profundidade a partir de um roteiro semiestruturado. Os resultados mostraram que há múltiplas faces de violência que ocorrem durante a infância e adolescência nas relações familiares, perpassando nos seus relacionamentos afetivo-sexuais na adolescência e juventude, incluindo violências sexuais, físicas, psicológicas e institucionais. As redes de apoio dos jovens são limitadas, como exemplo, a poucos amigos e ao acesso de blogs na internet. Nenhum profissional de saúde foi citado pelos jovens como fonte de ajuda. Destaca-se também a necessidade de debater a prevenção da violência e promoção da saúde destes jovens, ampliando o olhar para as várias formas contemporâneas de se relacionar intimamente.

    Resumo em Inglês:

    Abstract This paper discusses the phenomenon of violence in the affective-sexual trajectories of young, cisgender gay men, from popular strata, in the metropolitan region of Rio de Janeiro, Brazil. Brazilian literature on violence against gay men generally focuses on the discrimination suffered by this population. However, the violence they are submitted to among family relationships due to their sexual orientation, or even their relationships known as “dating” or “hookup”, is hardly discussed. This qualitative study used in-depth interviews based on a semi-structured guide to discuss violence during the young gay men’s affective-sexual trajectory. The results evidenced multiple faces of violence during childhood and adolescence in family relationships, spanning their affective-sexual relationships in adolescence and youth, including sexual, physical, psychological, and institutional violence. Support networks are limited, for example, to a few friends and access to blogs on the Internet. No health professional was cited as a helping source. There is a need to discuss the prevention of violence and discuss health promotion of this social group, expanding the perspective on the various contemporary ways of relating intimately.
  • Mediação artística e saúde coletiva: uma análise psicossocial da experiência de jovens rappers brasileiros e franceses ARTIGO

    Massa, Ana de Santa Cecilia

    Resumo em Português:

    Resumo O presente artigo discute os resultados de uma pesquisa-intervenção fundamentada na abordagem psicossocial clínica realizada junto a jovens rappers brasileiros e franceses, entre 13 e 27 anos. Nosso objetivo é analisar a função do rap, como mediação artística, para os jovens moradores de espaços urbanos desfavorecidos. A pesquisa de campo foi realizada a partir de observação participante e entrevistas nos dois países, entre outubro de 2007 e junho de 2009. Nossas análises mostram que o rap é utilizado pelos jovens para pensar sobre o mundo que os rodeia e para agir sobre as representações e o imaginário social negativos aos quais são associados, buscando o reconhecimento de um lugar positivo na sociedade. Através desta expressão artística podem realizar novas experiências sociais e subjetivas na cena social. O rap é também um suporte para constituição de grupos de pares e para construção de laços sociais entre jovens moradores de diferentes periferias do globo. Buscamos, assim, contribuir para discussão em torno da dimensão coletiva e singular de práticas de saúde, constitutivas de uma clínica que não se limita à procedimentos técnicos padronizados ou aos conhecimentos científicos de base biológica.

    Resumo em Inglês:

    Abstract This article discusses the results of research-intervention based on the clinical psychosocial approach conducted among young Brazilian and French rappers between 13 and 27 years of age. Our objective is to analyze the function of rap, as artistic mediation, for the young inhabitants of disadvantaged urban areas. The field research was performed on the basis of participant observation and interviews in both countries. Our analyses show that rap is used by youths to reflect upon the world around them and to react to the negative representations and social imagery with which they are associated, seeking recognition of a positive place in society. Through this artistic expression they become able to accomplish new social and subjective experiences on the social scene. Rap is also a support for the formation of peer groups and social bonds among young inhabitants of different suburbs of the world. In this way, this study seeks to contribute to the discussion surrounding the collective and singular dimension of health practices, thereby constituting a research clinic that does not limit itself to standard technical procedures or to biologically-based scientific knowledge.
  • Fatores relacionados à dependência do smartphone em adolescentes de uma região do Nordeste brasileiro ARTIGO

    Nunes, Paula Pessoa de Brito; Abdon, Ana Paula Vasconcellos; Brito, Claudiana Batista de; Silva, Francisco Valter Miranda; Santos, Ionara Conceição Araújo; Martins, Daniele de Queiroz; Meira, Phelipe Maia Fonseca; Frota, Mirna Albuquerque

    Resumo em Português:

    Resumo Há relatos de efeitos adversos na saúde física e mental dos adolescentes associados ao uso excessivo do smartphone. O objetivo deste artigo é avaliar a dependência do smartphone e os fatores relacionados em adolescentes de uma região do Nordeste brasileiro. Trata-se de estudo transversal realizado em seis Escolas Estaduais de Educação Profissional (EEEPs), na cidade de Fortaleza, Ceará, Brasil, desenvolvido entre setembro e outubro de 2019. Participaram 286 adolescentes, entre 15 e 19 anos, que responderam cinco instrumentos de coleta. Análises bivariada e multivariada foram utilizadas para avaliar os fatores relacionados ao desfecho, pelo SPSS versão 23.0. A dependência do smartphone apresentou prevalência de 70,3%, e mostrava associação com menor idade (OR=0,583; p=0,001), menos horas de sono (OR=0,715; p=0,020), mais tempo de uso no final de semana (OR=1,115; p=0,015), queixa de dor cervical (OR=2,206; p=0,020) e suspeita de transtorno mental comum (OR=1,272; p=0,000). Evidenciou-se elevada dependência do smartphone nos adolescentes da amostra, relacionada a múltiplos fatores. Alerta-se para a importância de campanhas educativas que orientem os adolescentes, pais, educadores e profissionais de saúde para os riscos do uso excessivo de smartphones à saúde dos adolescentes.

    Resumo em Inglês:

    Abstract Adverse effects on the physical and mental health of adolescents associated with excessive smartphone use have been reported. This paper aims to assess adolescent smartphone addiction and related factors in a region in Northeastern Brazil. This cross-sectional study was carried out in six State-run Professional Education Schools in Fortaleza, Ceará, Brazil, from September to October 2019 with 286 adolescents aged 15-19 years who completed five data collection instruments. Bivariate and multivariate analyses were performed to assess factors related to the outcome using SPSS version 23.0. Smartphone addiction prevalence rate was 70,3% and was associated with being underage (OR=0,583; p=0,001), fewer sleep hours (OR=0,715; p=0,020), longer use on weekends (OR=1,115; p=0,015), cervical pain (OR=2,206; p=0,020), and suspected common mental disorder (OR=1,272; p=0,000). A high smartphone addiction level was observed among adolescents in the sample and was related to multiple factors. Attention should be drawn to the importance of educational campaigns to guide adolescents, parents, educators, and health professionals about the risks of excessive smartphone use to the health of adolescents.
  • Educação entre pares: protagonismo juvenil na abordagem preventiva de álcool e outras drogas ARTIGO

    Padrão, Maria Regina Araújo de Vasconcelos; Tomasini, Ana Júlia; Romero, Maria Laura Alves de Moura; Silva, Douglas; Cavaca, Aline Guio; Köptcke, Luciana Sepúlveda

    Resumo em Português:

    Resumo O artigo objetiva descrever a experiência do curso Saúde e Segurança na Escola, que formou jovens para a multiplicação de saberes na prevenção de álcool e outras drogas, por meio da metodologia da educação entre pares. O curso teve a participação de 60 jovens do Ensino Médio, entre 15 e 19 anos, de oito escolas da rede pública do Distrito Federal. A atividade foi estruturada em oito módulos, sendo um encontro de debate de conteúdo; um segundo momento de atuação em campo nas escolas, em que os educandos fizeram a formação/multiplicação com seus colegas; e, por fim, um novo encontro para a devolutiva dos educandos a respeito da experiência no campo. Todas as atividades foram registradas em diários de campo, fotografias e relatórios, subsidiando o presente relato de experiência. Ao final, foi realizado um fórum de estudantes, no qual os jovens apresentaram os projetos a serem desenvolvidos nas escolas. A experiência de educação entre pares permitiu o protagonismo juvenil em sua comunidade escolar e em seu território, valorizando a troca entre pessoas com experiências semelhantes. Assim, viabilizou a elaboração de estratégias críticas e artisticamente potentes para ações de caráter preventivo direcionadas a adolescentes em situação de vulnerabilidade social, fomentando a promoção da saúde no ambiente escolar.

    Resumo em Inglês:

    Abstract This article describes the experience of the course in Health and Safety at School, which prepared young people to spread knowledge on prevention of alcohol and other drugs, using the peer education methodology. The participants were sixty 15 to 19 year-old upper secondary school students from 8 public schools in the Federal District. The activity was structured into 8 modules, with each module consisting of a meeting to discuss content, followed by field work at the schools, where students trained their colleagues and passed on information to them; and, lastly, a further meeting for the students to give feedback on their experience in the field. All activities were recorded in field diaries, photographs, and reports, providing input to this experience report. Finally, a student forum was held at which the young people presented projects to be carried out at the schools. The peer education experience enabled the young people to take the lead in their school community and territory, and acknowledged the value of sharing among people with similar experiences. It thus favoured the development of critical, artistically potent strategies for preventive action directed to adolescents in situations of social vulnerability and fostered health promotion in the school.
  • A favela onde moro: o território sob a perspectiva dos jovens ARTIGO

    Dantas, João Gabriel Trajano; Micheli, Denise De

    Resumo em Português:

    Resumo O presente artigo examina um conjunto de produções fotográficas criadas por seis jovens, moradores de uma favela da periferia de São Paulo, procurando refletir sobre a percepção que eles têm do território em que habitam. Grande parte da população de São Paulo reside em favelas, fenômeno urbano encontrado nas periferias de grandes metrópoles. Apesar da dificuldade do acesso a bens básicos, como saúde, segurança, cultura e educação, a favela também é espaço fértil que nutre sentimentos de pertencimento, solidariedade e resistência em seus moradores. As juventudes, que também vivem e circulam pelas ruas e vielas da favela, detêm um olhar específico sobre seu próprio território de moradia. Esta é uma pesquisa qualitativa exploratória, que utiliza a fotografia como instrumento de pesquisa. As produções fotográficas e cartográficas dos jovens refletiram diferentes perspectivas do território, revelando dimensões de lazer, articulação comunitária, sociabilidade, precariedade do sistema de limpeza urbana, dentre outros. Sendo assim, o empreendimento da criação de narrativas visuais fez com que diferentes aspectos da favela pudessem ser expostos, discutidos e analisados.

    Resumo em Inglês:

    Abstract This article examines a set of photographic productions created by six young people, living in a favela on the outskirts of São Paulo, seeking to reflect on their perception of the territory in which they live. A large part of the population of São Paulo resides in favelas, an urban phenomenon found on the outskirts of large metropolises. Despite the difficulty in accessing basic services, such as health, safety, culture and education, the favela is also a fertile space that nurtures feelings of belonging, solidarity and resistance in its residents. Young people, who also live and circulate in the streets and alleys of the favela, have a specific perspective on their own home territory. This is a qualitative and exploratory study, which uses photography as a research tool. The photographic and cartographic productions of the young people reflected different perspectives of the territory, revealing dimensions of leisure, community articulation, sociability, precariousness of the urban cleaning system, among others. Thus, the undertaking of creating visual narratives made it possible for different aspects of the favela to be exposed, discussed and analyzed.
  • Narrativas jornalísticas sobre saúde, cuidado e risco, segundo adolescentes moradores de uma periferia do Rio de Janeiro, Brasil ARTIGO

    Lisboa, Marcia Rodrigues

    Resumo em Português:

    Resumo O objetivo deste artigo é analisar os sentidos construídos por adolescentes residentes na Maré, região periférica da cidade do Rio de Janeiro, a partir do acesso a produções jornalísticas sobre cuidado e risco à saúde disponíveis em diferentes plataformas e suportes tecnológicos. A discussão proposta origina-se de uma investigação qualitativa mais abrangente, sustentada em dois eixos teóricos: a construção discursiva do conceito de risco à saúde na contemporaneidade e a participação do jornalismo no cenário comunicacional como um ator destacado na produção de informações e de posicionamentos sobre a temática. O principal recurso metodológico da pesquisa empírica foram grupos de discussão com adolescentes de 14 a 16 anos. A técnica busca observar os processos interativos e discursivos dos sujeitos de pesquisa. A análise dos materiais aponta, dentre outros achados, que: a) a presença do jornalismo no cotidiano desses jovens não se dá sem críticas ao seu modus operandi, independentemente da confiabilidade no veículo; b) a crítica se estende a outros atores acionados como fontes das matérias/reportagens, sobretudo ao abordarem temas relacionados a condições de vulnerabilidade social; c) a repetição de alertas sobre riscos à saúde no noticiário tem grande potencial de esgotamento.

    Resumo em Inglês:

    Abstract The scope of this article is to analyze the meanings constructed by adolescents living in Maré, in the outskirts of Rio de Janeiro, based on their access to journalistic coverage on health care and risk, available on different technological platforms and social media. The discussion stems from more comprehensive qualitative research, supported by two theoretical axes: the discursive construction of the concept of health risk in contemporary times; and the role of journalism as a prominent actor in the production and circulation of information and its approach on the subject. The main empirical research resource was discussion groups with teenagers aged between 14 and 16. This technique seeks to observe the interactive and discursive processes of the research participants. The analysis of the materials, among other findings, shows that: a) the presence of journalism in the daily lives of these young people is not without criticism of its modus operandi, irrespective of the reliability of each specific vehicle; b) the criticism extends to other actors used as sources of the articles/reports, especially when addressing issues related to conditions of social vulnerability; c) the repetition of warnings about health risks in the news has considerable potential for excess coverage and burnout.
  • Validação da tecnologia educacional “abuso não vai rolar” para as jovens com deficiência intelectual ARTIGO

    Nóbrega, Keise Bastos Gomes da; Marinus, Maria Wanderleya de Lavor Coriolano; Belian, Rosalie Barreto; Gontijo, Daniela Tavares

    Resumo em Português:

    Resumo A efetivação de ações educativas, incluindo a prevenção da violência sexual, direcionadas à promoção dos direitos sexuais das jovens com deficiência intelectual, caracteriza-se como um desafio nos serviços que atendem este público. O objetivo deste artigo é validar, com juízes especialistas, a tecnologia educacional direcionada à prevenção do abuso sexual entre as jovens com deficiência intelectual. Trata-se de estudo de validação de conteúdo e aparência, realizado com 25 juízes. As informações foram coletadas através de questionário, considerando os domínios: objetivo, relevância, estrutura e apresentação. Os dados quantitativos foram analisados através do Índice de Validação de Conteúdo (IVC) e adotado o ponto de corte 0,80, enquanto os dados qualitativos foram submetidos à análise temática de conteúdo. A tecnologia educacional “Abuso não vai rolar: aprendendo a se proteger”, foi subsidiada pelo referencial teórico de Vygotsky e é composta por um conjunto de materiais, incluindo livro de histórias e recursos de apoio (boneco, livreto e vídeo explicativo). Essa tecnologia foi validada pelos juízes, com um IVC total de 0,99, superior a 0,95 em todos os itens e domínios. Os juízes ressaltaram o caráter relevante e inovador da tecnologia, apresentando sugestões para sua potencialização.

    Resumo em Inglês:

    Abstract The implementation of educational actions, including sexual violence prevention, aimed to promoting the sexual rights of young individuals with intellectual disabilities, can be characterized as a huge challenge in the services that assist this population. This article aims to validate, with expert judges, educational technology aimed at sexual abuse prevention among young individuals with ID. This is a content and display validation study, performed with 25 judges. The information was collected through a questionnaire, considering the domains: objective, relevance, structure and presentation. The quantitative data were analyzed using the Content Validation Index (CVI) and a cutoff point of 0,80 was adopted, while qualitative data were submitted to thematic content analysis. An educational technology “Abuse no more: learning to protect yourself”, was subsidized by Vigotsky’s theoretical framework and consists of a set of materials, including a storybook and support resources (dolls, booklet and explanatory video). This technology was validated by the judges, with a total CVI of 0,99, obtaining a CVI >0,95 in all items and domains. The judges highlighted the relevant and innovative nature of the technology, offering suggestions for its improvement.
  • Utilização de serviços de saúde por adolescentes rurais quilombolas e não quilombolas do semiárido baiano, Brasil ARTIGO

    Santana, Katiuscy Carneiro; Silva, Etna Kaliane Pereira da; Rodriguez, Raísa Brandão; Bezerra, Vanessa Moraes; Souzas, Raquel; Medeiros, Danielle Souto de

    Resumo em Português:

    Resumo Este estudo descreve a utilização de serviços de saúde por adolescentes quilombolas e não quilombolas residentes em uma área rural do semiárido baiano. Métodos quantitativos e qualitativos foram utilizados para que se conseguisse uma maior aproximação com o objeto de análise. Foi realizado um estudo transversal com 390 adolescentes. A utilização de serviços de saúde foi descrita por meio da distribuição de frequências e respectivos intervalos de confiança 95%. Formaram-se quatro grupos focais que foram transcritos e analisados por meio da análise de conteúdo. A Unidade de Saúde da Família foi relatada como o serviço comumente procurado para atendimento de necessidades de saúde (70,0%). A procura por serviços de saúde nos últimos 15 dias foi de 15,1% e o principal motivo foi por doença (37,3%). O componente qualitativo revelou múltiplos contextos que influenciaram no acesso aos serviços, como elevado tempo de espera, falta de priorização nos atendimentos e barreiras geográficas. Os serviços de saúde devem estar mais próximos dos adolescentes com um cuidado em saúde que considere as particularidades desse grupo.

    Resumo em Inglês:

    Abstract This article describes health service utilization by Quilombola and non-Quilombola adolescents living in a rural area in the semi-arid region of Bahia. Quantitative and qualitative methods were used to gain a more in-depth understanding of the object of study. A cross-sectional household survey was conducted with 390 adolescents. Health service utilization was described using frequency distribution and 95% confidence intervals. Discussions were held with four focus groups, which were transcribed and analyzed using content analysis. The most commonly reported usual place of care was the local family care center (70,0%) and 15,1% of the adolescents had sought health care in the last 15 days. The main reason for seeking care was illness (37,3%). The findings of the qualitative component of the study reveal multiple factors influencing access to services, including long waiting times, lack of prioritization of adolescent care and geographical barriers. Health services should attempt to get closer adolescents and provide care tailored to the specific needs of this group.
  • Procura por serviços ou profissionais de saúde entre adolescentes: um estudo multinível ARTIGO

    Peixoto, Alisse Maria Chaves de Lima; Melo, Thaise Queiroz de; Ferraz, Livia Almeida Amaral; Santos, Carolina da Franca Bandeira Ferreira; Godoy, Fabiana de; Valença, Paula Andréa de Melo; Menezes, Valdenice Aparecida de; Colares, Viviane

    Resumo em Português:

    Resumo O objetivo deste estudo foi analisar a procura por serviços ou profissionais de saúde pelos adolescentes com determinantes individuais e com variáveis contextuais, modalidade de ensino da escola e Índice de Vulnerabilidade Social. Os dados foram coletados no período de março a junho de 2018, em escolas públicas estaduais de Olinda, Pernambuco, através de um questionário estruturado com questões do Youth Risk Behavior Survey (YRBS) e da Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar (PeNSE). Dentre os 2.454 adolescentes, a proporção daqueles que procuram por um serviço de saúde foi maior: no sexo feminino; em adolescentes cujas as mães tivessem escolaridade mínima de nove anos; naqueles fisicamente ativos; e cujos responsáveis não recebiam Bolsa Família. Observou-se que as variáveis contextuais não influenciaram a procura por serviços de saúde entre os adolescentes. No terceiro modelo da análise multinível, que analisou as variáveis individuais, observou-se que apenas o sexo feminino (OR=1,80), ter mãe com escolaridade maior ou igual a nove anos de estudo (OR=1,30), não receber Bolsa Família (OR=1,23) e ser ativo fisicamente (OR=1,32) foram associados a uma maior procura por serviços ou profissionais de saúde.

    Resumo em Inglês:

    Abstract This study aimed to analyze the demand for health services or professionals by adolescents with individual determinants and contextual variables (school teaching modality and Social Vulnerability Index). Data were collected from March to June 2018, in state public schools in Olinda, Pernambuco, Brazil, through a structured questionnaire with questions from the Youth Risk Behavior Survey (YRBS) and the National School Health Survey (PeNSE). Among the 2,454 adolescents, the proportion of those looking for a health service was higher among women; in adolescents whose mothers had a minimum of nine schooling years; in the physically active; and whose parents did not receive a family aid (Bolsa Família). We observed that the contextual variables did not influence the demand for health services among adolescents. In the third model of the multilevel analysis, which analyzed the individual variables, we observed that only females (OR=1,80), having a mother with schooling greater than or equal to 9 years of study (OR=1,30), not receiving Bolsa Família (OR=1,23), and physically active (OR=1,32) were associated with an increased demand for health services or professionals.
  • O Instituto Butantan e a Vacina Brasileira AntiCOVID TEMAS LIVRES

    Guimarães, Reinaldo

    Resumo em Português:

    Resumo O texto explora o tema da suficiência brasileira em vacinas. Apresenta os caminhos praticados para a capacitação nas duas instituições brasileiras mais importantes no desenvolvimento e na produção de vacinas - o Instituto Butantan e o Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos). Esses caminhos referem-se à compra pura e simples, à compra do produto com compromisso de transferência de tecnologia, às parcerias que incluem a realização de ensaios da fase 1 pelo comprador, o novo caminho anunciado pelo Instituto Butantan no qual a parceria prevê a realização de ensaio nas fases 1 e 2 e, finalmente, a invenção, desenvolvimento e produção locais de vacinas. Este último caminho é apenas mencionado como possibilidade. Apresenta dados sobre as chances de sucesso no desenvolvimento de vacinas e louva a iniciativa do Butantan nessa nova modalidade de parceria.

    Resumo em Inglês:

    Abstract The text explores the theme of Brazilian sufficiency in vaccines. It presents the ways practiced in the two most important Brazilian institutions in the development and production of vaccines - the Butantan Institute and the Institute of Technology in Immunobiologicals (Bio-Manguinhos). These paths are the pure and simple purchase, the purchase of the product with technology transfer commitment, partnerships that include the fulfillment of phase 3 trials by the buyer, the new path announced by Instituto Butantan in which the partnership includes for the realization of trials in phases 1 and 2 and, finally, the invention, development and local vaccine production. The latter is only mentioned as a possibility currently not achieved. Finally, the text presents data on the chances of success in vaccine development.
  • Uso dos serviços de saúde e adesão ao distanciamento social por adultos com doenças crônicas na pandemia de COVID-19, Brasil, 2020 TEMAS LIVRES

    Malta, Deborah Carvalho; Gomes, Crizian Saar; Silva, Alanna Gomes da; Cardoso, Laís Santos de Magalhães; Barros, Marilisa Berti de Azevedo; Lima, Margareth Guimarães; Souza Junior, Paulo Roberto Borges de; Szwarcwald, Célia Landmann

    Resumo em Português:

    Resumo Este estudo investiga a associação entre diagnóstico autorreferido de Doença Crônica Não Transmissível (DCNT) e adesão ao distanciamento social e utilização dos serviços de saúde durante a pandemia de COVID-19. Estudo transversal com adultos brasileiros que participaram da ConVid Pesquisa de Comportamentos, realizada de 24 de abril a 24 de maio de 2020, via web (n = 45.161). Considerou as DCNT: diabetes, hipertensão, doença respiratória, doença do coração e câncer. Avaliou a utilização de serviços de saúde e a adesão ao distanciamento social. Estimou as prevalências e razões de prevalências ajustadas (RPa). 33,9% (IC95%: 32,5-35,3) referiu uma ou mais DCNT. Indivíduos com DCNT tiveram maior adesão ao distanciamento social intenso (RPa:1,07; IC95%:1,03-1,11), procuraram mais o serviço de saúde (RPa:1,24; IC95%:1,11-1,38) e tiveram mais dificuldades para marcar consulta (RPa:1,52; IC95%:1,35-1,71), conseguir atendimento de saúde (RPa:1,50; IC95%:1,22-1,84) e medicamentos (RPa:2,17; IC95%:1,77-2,67), realizar exames (RPa:1,78; IC95%:1,50-2,10) e intervenções programadas (RPa:1,65; IC95%:1,16-2,34). A presença de DCNT associou-se à maior adesão ao distanciamento social, procura por atendimento de saúde e dificuldade na utilização dos serviços de saúde.

    Resumo em Inglês:

    Abstract The present study investigates the association between the self-reported diagnosis of noncommunicable disease (NCD) and the adherence to social distancing and the use of health services during the COVID-19 pandemic. This was a cross-sectional study with Brazilian adults who participated in the ConVid- Behavior Survey, conducted online between April 24 and May 24, 2020(n = 45.161). This studyconsidered the following NCDs: diabetes, hypertension, respiratory disease, heart disease, and cancer, and evaluated the use of health services and the adherence to social distancing, as well as estimated the prevalences and adjusted prevalence ratio (aPR); 33,9% (95% CI: 32,5-35,3) referred to one or more NCD. Individuals with NCDsshowed a greater adherence to intense social distancing (aPR: 1,07;95% CI: 1,03-1,11), sought out health services more often (aPR:1,24; 95% CI:1,11-1,38), and found greater difficultyin scheduling doctor’s appointments (aPR:1.52; 95% CI 1,35-1,71), receiving healthcare treatment (APR:1,50;95% CI:1,22-1,84) and medication (APR:2,17;95% CI:1,77-2,67), and performing examinations (APR:1,78;95% CI:1,50-2,10) and scheduled interventions (APR:1,65;95% CI:1,16-2,34). The presence of NCDs was associated with social distancing, seeking out health care, and difficulty in using health services.
  • Ações de vigilância à saúde integradas à Atenção Primária à Saúde diante da pandemia da COVID-19: contribuições para o debate TEMAS LIVRES

    Prado, Nilia Maria de Brito Lima; Biscarde, Daniela Gomes dos Santos; Pinto Junior, Elzo Pereira; Santos, Hebert Luan Pereira Campos dos; Mota, Sara Emanuela de Carvalho; Menezes, Erica Lima Costa de; Oliveira, Josilene Silva; Santos, Adriano Maia dos

    Resumo em Português:

    Resumo Trata-se de uma revisão de síntese integrativa com objetivo de refletir sobre os desafios atinentes às ações de vigilância em saúde no enfrentamento da COVID-19, no âmbito da Atenção Primária à Saúde (APS), em sistemas de saúde de países selecionados. Foram incluídos, no estudo, países com modelos de APS distintos, mas que adotaram a vigilância nos territórios como premissa para o controle da transmissão da COVID-19. Houve a revisão bibliográfica da literatura científica e a análise documental de normas e diretrizes relacionadas à organização da APS para enfrentamento da pandemia. A produção dos dados ocorreu no período entre abril e julho de 2020 e envolveu a busca de documentos sobre o enfrentamento da COVID-19, no que se refere à APS, nos sites oficiais governamentais de cada país e nas bases de dados científicas Web of Science e Science Direct. Ações integradas de vigilância em saúde demonstraram atuação mais direcionada sobre riscos, sendo possível respostas inovadoras e mais efetivas para enfrentamento da COVID-19, considerando necessidades emergentes no âmbito da APS. Contudo, experiências desenvolvidas por alguns países apresentaram controvérsias éticas e operacionais além dos desafios de acesso às tecnologias decorrente das desigualdades sociais.

    Resumo em Inglês:

    Abstract We conducted an integrated literature review aimed at reflecting on the challenges related to primary care-based health surveillance actions in response to the COVID-19 pandemic in selected countries. The study included countries with different PHC models that adopted surveillance as an approach to control the transmission of COVID-19. We performed a search in October 2020 for relevant literature and norms and guidelines related to the organization of primary health care (PHC) in response to the pandemic on official government websites and the databases Web of Science and Science Direct. The integrated health surveillance actions demonstrated that efforts were more focused on risks, with some countries adopting innovative and effective measures to respond to COVID-19, considering emerging needs within PHC. However, in addition to ethical controversies and operational difficulties, access to technology was a challenge in actions developed by some countries due to social inequalities.
  • Contexto de elaboração do Plano de Imunização contra COVID-19 no Brasil TEMAS LIVRES

    Macedo, Laylla Ribeiro; Struchiner, Claudio Jose; Maciel, Ethel Leonor Noia

    Resumo em Português:

    Resumo O processo de elaboração do Plano de Imunização contra Covid-19 no Brasil se iniciou tardiamente e contou com a participação de especialistas incluindo o grupo técnico responsável pela definição de grupos prioritários para a vacinação. Este processo foi permeado de indefinições entre o Governo Federal e pesquisadores e, finalmente, no dia 20 de janeiro de 2021 foi divulgada a versão atualizada do Plano ainda incipiente no que tange a sua abrangência.

    Resumo em Inglês:

    Abstract The process of developing Brazil’s COVID-19 immunization plan began belatedly and involved a number of experts, including a technical group responsible for defining priority groups for vaccination. This process was permeated by contradictions between the government and researchers. Finally, on 20 January 2021, the government published an updated version of the plan, which remains limited in scope.
  • A ciência entre a infodemia e outras narrativas da pós-verdade: desafios em tempos de pandemia TEMAS LIVRES

    Giordani, Rubia Carla Formighieri; Donasolo, João Pedro Giordani; Ames, Valesca Daiana Both; Giordani, Rosselane Liz

    Resumo em Português:

    Resumo Propõe-se neste ensaio uma reflexão acerca do fenômeno social que envolve comunicação e construção de fatos e de narrativas em torno da ciência e da pandemia. O texto está dividido em quatro momentos. Parte-se de um rápido panorama sobre a desinformação em saúde em um contexto de integração digital global; na sequên cia argumenta-se sobre como este fenômeno é característico da era pós-factual em que vivemos, situando-se criticamente a negação da ciência no contexto pandêmico. Por fim, são trazidas proposições no campo jurídico e institucional comentando avanços recentes nos Estados Unidos e na Europa. Pretende-se contribuir para uma reflexão inicial que possa reposicionar o papel da ciência na governança em saúde.

    Resumo em Inglês:

    Abstract This essay proposes a reflection on the social phenomenon that involves communication and construction of facts and narratives around science and the pandemic. We divide the text into four parts. It begins with a rapid overview on the disinformation over health in the context of the global digital integration: in the sequence, we argue about how this phenomenon is characteristic of the post-factual era in which we live, and then critically situate the denial of science in the pandemic context. Finally, the text discusses some propositions on the legal and institutional field commenting on recent advances in the United States and Europe. Our intention is to contribute to an initial reflection that can reposition science in health governance.
  • Qualidade de Vida Familiar: uma revisão integrativa sobre famílias de pessoas com deficiências TEMAS LIVRES

    Nunes, Ana Célia; Luiz, Erika Aquino Marques; Barba, Patrícia Carla de Souza Della

    Resumo em Português:

    Resumo O objetivo desta revisão integrativa foi conhecer a produção científica brasileira sobre a temática da qualidade de vida familiar (QdVF) de pessoas com deficiências, assim como a população participante, o referencial teórico e os instrumentos utilizados nos estudos. Foi realizado um levantamento nas bases de dados BVS, SciELO, PubMed, e no portal de Periódicos da Capes, cujos critérios de inclusão foram artigos publicados no período de 2007 a 2018, disponíveis na íntegra e online, publicado em português ou inglês e que retratassem a temática da QdVF de pessoas com deficiência e artigos oriundos de estudos realizados em contextos brasileiros. Os resultados apontaram que apenas 3 dos 19 artigos selecionados exploraram diretamente o tema da QdVF incluindo aspectos relacionados ao construto; também apontaram que o WHOQOL-Bref foi o instrumento mais utilizado para avaliar a qualidade de vida (n=11), seguido por entrevistas semiestruturadas (n=5) e que apenas 10,5%, ou seja, dois artigos utilizaram a definição apropriada de QdVF. Constatou-se com o estudo uma incipiência da temática na produção científica nacional, o uso expressivo de construtos individuais de qualidade de vida e escassa presença de instrumentos de medidas específicos para mensurar QdVF.

    Resumo em Inglês:

    Abstract The objective of this integrative revision is to understand the Brazilian scientific production of the thematic focus on the family quality of life (FQoL) of people with disabilities, as well as the participating population, referential theory, and instruments used in the studies. The data survey was done in the BVS, Scielo, and PubMed databases, and in the Capes’ Periodic portal, whose inclusion criteria were articles published from 2007 to 2018, available fully online, in Portuguese or English. These articles portrayed the theme of life quality of families of people with disabilities and articles from research done in Brazilian contexts. The results showed that only three of the 19 selected articles to the study analyzed the theme of FQoL directly including the aspects related to the construct. They also pointed out that WHOQOL-Bref was the most used instrument to evaluate the FQoL (n=11), followed by semi structured interviews (n=5) and that only 10,5%, i.e., two articles used the appropriated definition of the FQoL. The research determined that the thematic research is still in the beginning stage in the scientific national production, large use of individual constructs of life quality, and sparse presence of specific measures instruments to measure FQoL.
  • Crianças e adolescentes quilombolas apresentam alta prevalência de defeitos de desenvolvimento do esmalte TEMAS LIVRES

    França, Thalita Karenyne Xavier Silva; Lima, Marina de Deus Moura de; Lima, Cacilda Castelo Branco; Moura, Marcoeli Silva de; Lopes, Teresinha Soares Pereira; Moura, Joyce Samandra Silva de; Moura, Lúcia de Fátima Almeida de Deus

    Resumo em Português:

    Resumo Dentes com defeitos de desenvolvimento do esmalte (DDE) apresentam porosidades e/ou irregularidades que os tornam suscetíveis a acúmulo de biofilme e predisposição à cárie e doenças periodontais. O objetivo deste artigo é determinar a prevalência de DDE e fatores associados em crianças e adolescentes residentes em comunidade quilombola. A população foi censitária e composta por indivíduos na faixa etária de 3 a 14 anos. Os responsáveis responderam a questionário contendo dados socioeconômicos demográficos e histórico de agravos durante a gravidez e infância. Foi aplicado o Índice DDE modificado. Foram realizadas análise descritiva e regressão de Poisson com variância robusta (p<0,05). Foram examinados 406 indivíduos. A prevalência de DDE foi de 80,5%, sendo que em dentes decíduos foi de 42,2% e permanentes 61,1%. Houve associação entre DDE e maior idade da criança (RP=1,09; IC95%=1,01-1,17), uso de antibiótico na gravidez (RP=1,14; IC95%=1,07-1,22) e relato de desnutrição durante a primeira infância (RP=1,12; IC95%=1,03-1,22). A prevalência de DDE em crianças e adolecentes da comunidade quilombola foi alta. E os fatores associados foram maior idade da criança, uso de antibióticos na gravidez e desnutrição durante a primeira infância.

    Resumo em Inglês:

    Abstract Teeth with developmental defects of enamel (DDE) have porous and/or uneven enamel, making them more susceptible to the build-up of oral biofilm and development of caries and periodontal diseases. The aim of this cross-sectional study was to determine the prevalence of DDE and associated factors among children and adolescents living in a Quilombola community in the Northeast of Brazil. The study population was census-based and comprised individuals aged three to 14 years. The children’s parents/guardians answered a questionnaire devised to collect information on socioeconomic and demographic characteristics, health problems during pregnancy and illnesses during early childhood. DDE was diagnosed using the modified DDE index. The data were analyzed using descriptive statistics and Poisson regression with robust standard errors (p<0.05). A total of 406 individuals were examined. DDE prevalence was 80.5%: 42.2% in deciduous teeth and 61.1% in permanent teeth. There was an association between presence of DDE and age (PR=1.09, 95% CI=1.01-1.17), use of antibiotics during pregnancy (PR=1.14, 95% CI=1.07-1.22) and reported malnutrition during early childhood (PR=1.12; 95% CI=1.03-1.22). The findings reveal high prevalence of DDE among children and adolescents living in the Quilombola community. Associated factors were older age, use of antibiotics during pregnancy and malnutrition during early childhood.
  • Análise do estado funcional e força muscular de adultos e idosos em Unidade de Terapia Intensiva: Coorte prospectiva TEMAS LIVRES

    Martins, Gabriela Sousa; Toledo, Samara Vasconcelos; Andrade, Joanlise Marco de Leon; Nakano, Eduardo Yoshio; Valduga, Renato; Paz, Leonardo Petrus da Silva; Cipriano Júnior, Gerson; Cipriano, Graziella França Bernardelli

    Resumo em Português:

    Resumo Avaliar e correlacionar o estado funcional (EF) e a força muscular (FM) em adultos jovens, adultos e idosos em Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Coorte prospectiva com 48 pacientes avaliando EF por meio do Functional Status Score for the Intensive Care Unit (FSS-ICU) e FM pelo Medical Research Council Sum-Score (MRC-SS) e força de preensão palmar (FPP), no despertar e na alta da UTI. Dados analisados pelos testes Kruskall-Wallis, Qui-quadrado, Wilcoxon e Correlação de Sperman. Na comparação do despertar em relação à alta, o EF e o MRC-SS foram maiores na alta em todos os grupos, com menor ganho nos idosos. A FPP aumentou bilateralmente na alta, exceto no grupo de adultos, pois apresentavam valores maiores no despertar. Na comparação dos grupos, o FSS-ICU foi maior nos adultos no despertar e alta, e a FPP-D menor nos idosos. O EF apresentou forte associação com a FM em adultos jovens e adultos, pois ambos apresentam progressiva melhora durante a permanência na UTI. Os idosos apresentam menor ganho do estado funcional, além de apresentarem menor força muscular desde o despertar. Estas variáveis apresentam importante associação apenas nos adultos jovens e adultos, considerando a natureza multifatorial do processo de adoecimento e incapacidade nos idosos.

    Resumo em Inglês:

    Abstract The aim of this study was to analyze and assess the association between functional status (FS) and muscle strength (MS) in young adults, adults and older adults in an intensive care unit (ICU). We conducted a prospective cohort study with 48 patients. FS was assessed using the Functional Status Score for the Intensive Care Unit (FSS-ICU) and MS was measured using the Medical Research Council Sum-Score (MRC-SS) and by testing handgrip strength (HS). The assessments were performed on awakening and ICU discharge. The data were analyzed using the Kruskall-Wallis, chi-squared, Wilcoxon and Spearman’s correlation tests. FS and MRC-SS scores were higher on ICU discharge in all groups. Gains were lowest in the older adult group. HS was greater in both hands on ICU discharge in all groups except the adults. FSS-ICU on both awakening and ICU discharge was highest in the adults; HS-R was lowest in the older adults. There was a strong association between FS and MS in the young adults and adults. FS and MS showed progressive improvement during ICU stay. Gains in FS and MS on awakening and ICU discharge were lowest among the older adults. Important associations were found between these variables in all groups except the older adults. This can be explained by the multifactorial nature of illness and incapacity in this group.
  • Estilo de vida e comportamentos de risco para doenças crônicas não transmissíveis entre universitários da saúde na região Centro-Oeste, Brasil FREE THEMES

    Monteiro, Luciana Zaranza; Varela, Andrea Ramirez; Lira, Bruno Alves de; Rauber, Suliane Beatriz; Toledo, Juliana Oliveira de; Spinola, Milenne da Silva; Carneiro, Maria de Lourdes Alves; Braga Junior, Francelino

    Resumo em Português:

    Resumo Este estudo teve como objetivo avaliar o estilo de vida dos universitários e investigar a prevalência de comportamentos de risco para doenças crônicas não transmissíveis. Estudo transversal com 2.163 universitários da área de saúde da cidade de Brasília. Foi aplicado um questionário sobre as variáveis demográficas, classe social, comportamentos e autopercepção de saúde e doenças autorreferidas. Dos 2.163, 69,3% eram mulheres, 65,4% idade entre 20 a 29 anos, 66,8% consumiam álcool e 44,2% não realizavam atividade física. Os homens fumavam (p <0,01) e consumiam mais álcool do que as mulheres. Encontramos diferenças no consumo de feijão (p <0,04) e leite integral (p <0,01) entre homens e mulheres. Elas também apresentaram estilos de vida mais sedentários (p <0,01) e elevada prevalência de sobrepeso (33,8%) e obesidade (5,0%). Os estudantes que não praticavam atividade física tinham mais morbidades, estavam acima do peso (p = 0,03), consumiam mais refrigerantes (p <0,01) e carne com excesso de gordura (p = 0,01). Os estudantes têm adotado um estilo de vida pouco saudável. Observa-se a necessidade da elaboração e implantação de políticas públicas de promoção da saúde dentro da Universidade, com vistas à melhoria da saúde e da qualidade de vida dos universitários.

    Resumo em Inglês:

    Abstract This study aimed to assess the lifestyle of undergraduate university students, and to investigate the prevalence of risk behaviors for chronic noncommunicable diseases. This cross-sectional study took place in Brasilia, with 2.163 healthcare undergraduates. We used a self-administered questionnaire for demographic variables, social class, behavioral data, self-perception of health and self-reported diseases. Given a total of 2.163 students, 69.3% were female, 65.4% were 20-29 years, men smoked more cigarettes (p < 0.01) and used more alcohol than women. We found significant differences in the consumption of beans (p < 0.04) and full-fat milk (p < 0.01) between females and males. Women also had more sedentary lifestyles (p < 0.01) and showed higher prevalences of overweight (33.8%) and obesity (5.0%). Students who did not engage in physical activity were more morbidities, overweight (p = 0.03), consumed more soft drinks (p < 0.01) and meat with excess fat (p = 0.01). University students were found to have unhealthy lifestyles. There is an urgent need for both a formulation and implementation of public health policies to promote health and improve student quality of life (QoL).
  • Diversidade alimentar de crianças indígenas de dois municípios da Amazônia Ocidental brasileira TEMAS LIVRES

    Maciel, Vanizia Barboza da Silva; Coca, Kelly Pereira; Castro, Lucíola Sant’Anna de; Abrão, Ana Cristina Freitas de Vilhena

    Resumo em Português:

    Resumo Objetivou-se explorar a prática alimentar das crianças indígenas de zero a dois anos, residentes nos municípios de Cruzeiro do Sul e Mâncio Lima no Acre. Realizou-se estudo transversal com crianças indígenas das etnias Katukina (Cruzeiro do Sul), Nukini, Nawa e Poyanawa (Mâncio Lima) em outubro de 2013. Utilizou-se um questionário estruturado sobre o consumo alimentar do dia anterior à coleta, baseado nos indicadores alimentares propostos pelo Ministério da Saúde. Estudou-se 94 crianças (50% da etnia Katukina, 27% Poyanawa, 13% Nukini e 10% da Nawa). As crianças menores de 6 meses de idade, apesar da maioria receber leite materno, 42,1% delas consumiam água, 15,8% comida de sal e 11,1% preparados típicos da região. Nas faixas de idade de 6 a 12 meses e 13 a 23 meses identificou-se um alto consumo de alimentos ultraprocessados (52,6% e 28,6% respectivamente) enquanto que o consumo de alimentos complementares relevou-se insuficiente (33% de frutas e 25% de comida de sal na faixa de 6 a 13 meses e 41,2% de frutas e 19,6% de comida de sal na faixa de 13 a 23 meses). O perfil alimentar das crianças indígenas mostrou-se inadequado para a idade, refletindo uma situação preocupante na saúde infantil desta população.

    Resumo em Inglês:

    Abstract Our aim was to explore the feeding practices of indigenous children younger than two years old, living in Cruzeiro do Sul and Mâncio Lima, in Acre, Brazil. A cross-sectional study was conducted with indigenous children of the Katukina (Cruzeiro do Sul), Nukini, Nawa and Poyanawa (Mâncio Lima) ethnicities in October 2013. We used a structured questionnaire on the food consumption of the day before the collection, based on the food indicators proposed by the Ministry of Health. A total of 94 children (50% Katukina, 27% Poyanawa, 13% Nukini, and 10% Nawa) were studied. Among children under 6 months of age, although the majority was breastfed, 42.1% drank water, 15.8%, savory food, and 11.1%, local cuisine. In the age groups of 6 to 12 months and 13 to 23 months, a high consumption of ultra-processed foods was identified (52.6% and 28.6% respectively), while the consumption of complementary food was insufficient (33% of fruits and 25% of savory food between 6 and 13 months, and 41.2% of fruits and 19.6% of savory food between 13 and 23 months). The feeding profile of these indigenous children was inadequate for their age, revealing a concerning situation for this population.
  • Bobbio M. Medicina demais! O uso excessivo pode ser nocivo à saúde. (trad. Mônica Gonçalves). Barueri: Manole; 2020. 208p. RESENHAS

    Ribeiro, Maria Mônica Freitas
ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Av. Brasil, 4036 - sala 700 Manguinhos, 21040-361 Rio de Janeiro RJ - Brazil, Tel.: +55 21 3882-9153 / 3882-9151 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cienciasaudecoletiva@fiocruz.br