Alterações na saúde reprodutiva masculina e efeitos dos desreguladores endócrinos nos países escandinavos

Jorma Toppari Anne-Maarit Haavisto Markku Alanen Sobre os autores

A saúde reprodutiva masculina tem-se deteriorado de diversas maneiras nas últimas décadas. A incidência do câncer de testículo aumentou rapidamente na Europa e nas populações descendentes de europeus. A concentração de espermatozóides tem decaído, e a motilidade e morfologia têm piorado em muitas regiões. Ambas tendências adversas foram correlacionadas ao ano de nascimento. As coortes mais velhas apresentam melhor saúde reprodutiva do que as gerações mais jovens. De acordo com vários estudos, as incidências de criptorquidia e de hipospadia vêm aumentando. Não se conhecem os fatores envolvidos nessas tendências, mas a velocidade da mudança sugere alterações ambientais. Foi levantada a hipótese da influência dos desreguladores endócrinos sobre a saúde reprodutiva masculina.

Neoplasias Testiculares; Criptorquidismo; Hipospadia; Sêmen; Desreguladores Endócrinos


Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Rua Leopoldo Bulhões, 1480 , 21041-210 Rio de Janeiro RJ Brazil, Tel.:+55 21 2598-2511, Fax: +55 21 2598-2737 / +55 21 2598-2514 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cadernos@ensp.fiocruz.br