Fatores associados à reincidência entre adolescentes femininas em conflito com a lei de uma instituição de Brasília, Distrito Federal, Brasil

Andrea Donatti Gallassi Samantha Lima dos Santos Vagner dos Santos Eduardo Yoshio Nakano Benedikt Fischer Ana Lúcia Galinkin Gabriela Arantes Wagner Sobre os autores

Resumo

A reincidência constitui um desafio para o sistema socioeducativo brasileiro por estar associada a fatores pessoais, sociais e ambientais, especialmente entre adolescentes em conflito com a lei. Este estudo verificou as principais características associadas à reincidência em uma amostra de 391 mulheres adolescentes em conflito com a lei em uma unidade de internação de Brasília, Distrito Federal, Brasil, entre 2004-2011. Dados transversais sociodemográficos acerca do uso de drogas e sobre as características do ato infracional foram analisados. Fatores associados à reincidência foram analisados por regressão binomial negativa. Trinta e dois vírgula cinco por cento das adolescentes pesquisadas eram reincidentes e a frequência média de reincidências foi de 2,16. Cinquenta e três vírgula seis por cento da amostra relataram uso de drogas. Após ajuste, reincidir foi positivamente associado à idade, uso de drogas, residência, tipo de ato infracional e não uso de drogas pela família. Nossos achados corroboram com outros contextos mundiais, demonstrando a necessidade de orientação nas intervenções adotadas pelo sistema socioeducativo brasileiro.

Recidiva; Adolescente; Usuários de Drogas

Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Rua Leopoldo Bulhões, 1480 , 21041-210 Rio de Janeiro RJ Brazil, Tel.:+55 21 2598-2511, Fax: +55 21 2598-2737 / +55 21 2598-2514 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cadernos@ensp.fiocruz.br