Proteção da saúde de trabalhadores rurais: a necessidade de padronização das metodologias de quantificação da exposição dérmica a agrotóxicos

Health protection for rural workers: the need to standardize techniques for quantifying dermal exposure to pesticides

La protección de la salud de los trabajadores rurales: la necesidad de estandarización de las metodologías de cuantificación de la exposición cutánea a los pesticidas

Giuliana da Fontoura Rodrigues Selmi Angelo Zanaga Trapé Sobre os autores

A quantificação da exposição dérmica a agrotóxicos, utilizada no processo de avaliação do risco à saúde de trabalhadores rurais, pode ser realizada usando-se diferentes metodologias, como patches ou corpo total. A existência de diversos métodos pode ser considerada uma limitação relacionada ao processo, já que podem não produzir resultados similares devido às diferenciações nos princípios envolvidos na coleta das amostras. Dessa maneira, realizou-se uma revisão crítica das principais metodologias utilizadas para a quantificação da exposição dérmica, com o objetivo de ressaltar a importância da discussão sobre o assunto e de evidenciar a necessidade de ações que contribuam para o estabelecimento de uma metodologia única para a quantificação da exposição dérmica de trabalhadores rurais. Entende-se que a harmonização das metodologias contribuirá para o alcance de condições mais seguras e saudáveis de trabalho, principalmente por possibilitar a obtenção de resultados mais confiáveis e, portanto, estabelecer, garantir e aprimorar o processo de prevenção de agravos à saúde do trabalhador.

Agrotóxicos; Exposição a Praguicidas; Trabalhadores


Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Rua Leopoldo Bulhões, 1480 , 21041-210 Rio de Janeiro RJ Brazil, Tel.:+55 21 2598-2511, Fax: +55 21 2598-2737 / +55 21 2598-2514 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cadernos@ensp.fiocruz.br