Projeto Bambuí: fatores associados ao conhecimento da condição de hipertenso entre idosos

The Bambui Health and Aging Study (BHAS): factors associated with awareness of hypertension among older adults

Josélia Oliveira Araújo Firmo Elizabeth Uchôa Maria Fernanda Lima-Costa

O objetivo deste estudo foi determinar os fatores associados ao conhecimento da condição de hipertenso entre idosos residentes na comunidade. Foram selecionados todos os 919 idosos (> 60 anos) hipertensos participantes da linha de base da coorte de Bambuí, Minas Gerais, Brasil. Destes, somente 76,6% sabiam ser hipertensos. As seguintes variáveis apresentaram associações positivas e independentes com saber ser hipertenso: sexo feminino (OR = 2,04; 145-2,87), percepção da saúde como ruim/muito ruim (OR = 1,93; 1,16-3,20), tentativa de perder peso nos últimos 12 meses (OR = 1,86; 1,14-3,04), número de consultas médicas neste período (1-3: OR = 2,14, 1,34-3,41; > 4: OR = 2,23, 1,76-5,03) e menor tempo decorrido após a última medida da pressão arterial (OR = 2,97, 1,69-4,93). Associação negativa foi encontrada para faixa etária > 80 anos (OR = 0,40, 0,24-0,68). Estes resultados chamam a atenção para a importância: (1) do acesso dos idosos aos serviços de saúde para que a sua condição de hipertenso possa ser diagnosticada e tratada e (2) da informação prestada por este serviço ao idoso para que este, sabendo ser hipertenso, possa aderir satisfatoriamente ao tratamento.

Idosos; Hipertensão; Conhecimento


Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Rua Leopoldo Bulhões, 1480 , 21041-210 Rio de Janeiro RJ Brazil, Tel.:+55 21 2598-2511, Fax: +55 21 2598-2737 / +55 21 2598-2514 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cadernos@ensp.fiocruz.br