A visão masculina sobre métodos contraceptivos em uma comunidade rural da Bahia, Brasil

Male views of contraceptive methods in a rural community in Bahia State, Brazil

Danilo Cerqueira do Espírito-Santo José Tavares-Neto Sobre os autores

Os Programas de Planejamento Familiar vêm se preocupando predominantemente com a população feminina. Este estudo objetivou determinar o grau de conhecimento dos homens de uma comunidade rural do Estado da Bahia, Brasil, sobre os métodos contraceptivos. Dentre os 179 entrevistados, a preocupação com a prevenção de gravidez indesejada foi referida como responsabilidade do casal por 39,7% (n = 71) e do homem por 26,8% (n = 48). Os métodos mais conhecidos foram a "camisinha" (98,9%) e a pílula (96,6%), sendo os mais usados a "camisinha" (22,9%), a laqueadura (21,2%) e a pílula anticoncepcional (12,8%). A maioria (56,4%) referiu "sempre" utilizar contraceptivo. A opção pelo método é feita pelo homem em 45,6% dos casais. Estes resultados indicam a necessidade da promoção do maior número de métodos contraceptivos, possibilitando ao casal a melhor opção que se adeque ao comportamento sexual do mesmo. Também, há necessidade de priorizar a participação do casal nos Programas de Planejamento Familiar, na medida em que ainda são os homens quem predominantemente acabam determinando o método contraceptivo utilizado.

Anticoncepção; Comunidades Rurais; Gênero


Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Rua Leopoldo Bulhões, 1480 , 21041-210 Rio de Janeiro RJ Brazil, Tel.:+55 21 2598-2511, Fax: +55 21 2598-2737 / +55 21 2598-2514 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cadernos@ensp.fiocruz.br