Qualidade do ambiente e fatores associados: um estudo em crianças de Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil

Quality of the environment and associated factors: a pediatric study in Pelotas, Rio Grande do Sul, Brazil

Descrever e identificar fatores que possam estar associados à qualidade do ambiente e características das crianças expostas, em Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil. Trata-se de um estudo prospectivo de caráter populacional, incluindo 630 crianças da coorte de nascimentos de 1993. No ano de 1998 avaliou-se, entre outras informações, a qualidade do ambiente, medida através do Home Observation for the Measurement of the Environment. Os dados foram analisados por meio de análise univariada. A associação entre as variáveis e o desfecho foi avaliada por meio das razões de prevalência, dos intervalos de confiança em 95% e do qui-quadrado. Realizou-se a regressão logística seguindo modelo hierarquizado. Constatou-se que 97 crianças (15%) viviam em ambiente negativo. Encontraram-se oito fatores de risco associados à qualidade do ambiente: baixa renda familiar mensal, baixa escolaridade materna, sexo masculino, casas com mais de sete residentes, número de irmãos maior ou igual a quatro, uso de tabaco na gestação, crianças que dormem na cama dos pais aos 4 anos e mães com presença de transtornos psiquiátricos.

Qualidade do Ambiente; Fatores de Risco; Desenvolvimento Infantil; Escolaridade


Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Rua Leopoldo Bulhões, 1480 , 21041-210 Rio de Janeiro RJ Brazil, Tel.:+55 21 2598-2511, Fax: +55 21 2598-2737 / +55 21 2598-2514 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cadernos@ensp.fiocruz.br