Fatores preditores da sobrecarga subjetiva de familiares de pacientes psiquiátricos atendidos na rede pública de Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil

Predictors of subjective burden for families of psychiatric patients treated in the public health care system in Belo Horizonte, Minas Gerais State, Brazil

Sabrina Martins Barroso Marina Bandeira Elizabeth do Nascimento Sobre os autores

Foram investigados os fatores preditores da sobrecarga subjetiva em familiares de pacientes psiquiátricos, sendo entrevistados 150 familiares de pacientes selecionados aleatoriamente em quatro serviços de saúde mental de Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil. Utilizou-se a Escala de Sobrecarga dos Familiares de Pacientes Psiquiátricos (FBIS-BR) e um questionário sócio-demográfico para coleta dos dados. As variáveis foram agrupadas em categorias temáticas analisadas separadamente para determinar a importância relativa dos fatores preditores. Os resultados mostraram que a sobrecarga subjetiva associou-se à sobrecarga objetiva e a fatores relacionados às condições clínicas dos pacientes, às condições de vida, estado de saúde e condições financeiras do cuidador e do paciente e às informações sobre o transtorno mental. O grau de sobrecarga subjetiva era menor quando o cuidador tinha lazer, atividades religiosas, admitia cuidar e tinha sentimentos positivos pelo paciente. Constatou-se a necessidade de incluir o acompanhamento aos familiares no modelo comunitário de atendimento psiquiátrico.

Pessoas Mentalmente Doentes; Saúde Mental; Cuidadores; Família


Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Rua Leopoldo Bulhões, 1480 , 21041-210 Rio de Janeiro RJ Brazil, Tel.:+55 21 2598-2511, Fax: +55 21 2598-2737 / +55 21 2598-2514 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cadernos@ensp.fiocruz.br