A influência de respondente substituto na percepção da saúde de idosos: um estudo baseado na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (1998, 2003) e na coorte de Bambuí, Minas Gerais, Brasil

The influence of proxy respondents on health perception among older adults: a study based on the Brazilian National Household Survey (1998, 2003) and the cohort study in Bambuí, Minas Gerais State, Brazil

Este trabalho foi desenvolvido para verificar se o uso de respondente substituto influencia a distribuição e os fatores associados à percepção da saúde em idosos, assim como o risco associado à mortalidade. O estudo incluiu, respectivamente, 28.943 e 35.040 participantes da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD, 1998 e 2003) com ³ 60 anos de idade e 1.606 membros da coorte de idosos de Bambuí, Minas Gerais, Brasil. Os resultados mostraram que o uso de outro respondente na PNAD, em ambos os anos considerados, não modificou a distribuição da percepção da saúde, nem os fatores associados à mesma. O risco associado à mortalidade em cinco anos entre participantes da coorte de Bambuí foi maior nas entrevistas respondidas pelo idoso (RR = 2,40), em comparação às respondidas por outra pessoa (RR = 1,28), mas a direção das associações foi a mesma. Os resultados deste trabalho mostraram que a informação sobre percepção da saúde na PNAD pode ser utilizada, independente de quem respondeu à entrevista e que a associação entre pior percepção da saúde e mortalidade persistiu mesmo quando essa percepção foi inferida por outra pessoa.

Saúde do Idoso; Idoso; Percepção


Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Rua Leopoldo Bulhões, 1480 , 21041-210 Rio de Janeiro RJ Brazil, Tel.:+55 21 2598-2511, Fax: +55 21 2598-2737 / +55 21 2598-2514 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cadernos@ensp.fiocruz.br