Marketing social para doação de sangue: análise da predisposição de novos doadores

Social marketing of blood donation: an analysis of new donors’ predisposition

Marketing social para donar sangre: un análisis de predisposición de nuevos donantes

Stephanie Ingrid Souza Barboza Francisco José da Costa Sobre os autores

Este artigo objetiva compreender os fatores motivacionais que influenciam os indivíduos a doarem sangue, com a finalidade de subsidiar as ações de marketing social orientadas à captação de novos doadores. Com base em uma revisão teórica, um modelo de hipóteses foi elaborado, para análise de influências e interações de construtos na formação da predisposição das pessoas a serem doadores de sangue. Foi feito o levantamento de campo por meio de um questionário estruturado, junto a uma amostra de 346 pessoas. Para análise, foram usadas técnicas de análise descritiva, avaliação de consistência psicométrica e modelagem de equações estruturais com estimação por mínimos quadrados parciais. Como resultados, verificou-se principalmente que há uma influência negativa do medo e positiva do grupo de referência na predisposição dos sujeitos em doar sangue. Isso indicou que as ações de marketing social para a doação de sangue são mais eficientes em incentivar novos doadores se mantiverem foco nesses dois fatores.

Doadores de Sangue; Marketing Social; Motivação


Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Rua Leopoldo Bulhões, 1480 , 21041-210 Rio de Janeiro RJ Brazil, Tel.:+55 21 2598-2511, Fax: +55 21 2598-2737 / +55 21 2598-2514 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cadernos@ensp.fiocruz.br