Cobertura e adequação do exame citopatológico de colo uterino em estados das regiões Sul e Nordeste do Brasil

Pap test coverage and adequacy in the South and Northeast of Brazil

Michele da Silva Correa Denise Silva da Silveira Fernando Vinholes Siqueira Luiz Augusto Facchini Roberto Xavier Piccini Elaine Thumé Elaine Tomasi Sobre os autores

O câncer de colo do útero é o segundo mais comum em mulheres no Brasil e no mundo e pode ser evitado através da detecção precoce de lesões precursoras. O exame citopatológico de colo uterino ainda é o mais efetivo e eficiente para realizar este rastreamento. O objetivo do estudo foi investigar a cobertura e a adequação do exame citopatológico e fatores associados. Foi realizado um estudo transversal com 3.939 mulheres que tiveram filho nos últimos dois anos anteriores à pesquisa, distribuídas em 41 municípios brasileiros. A cobertura do exame na vida foi de 75,3% (IC95%: 74,0-76,7) e a adequação foi de 70,7% (IC95%: 69,3-72,1). A adequação associou-se positivamente com idade maior de 25 anos, maior escolaridade, fazer pré-natal na última gestação e consultar para exame ginecológico no último ano. Foi menos frequente entre mulheres do estrato socioeconômico mais baixo e primíparas. Portanto, faz-se necessário fortalecer as ações preventivas para os subgrupos de mulheres mais vulneráveis, assim como potencializar as situações de utilização dos serviços de saúde.

Neoplasias do Colo do Útero; Esfregaço Vaginal; Cobertura de Serviços de Saúde; Atenção Primária à Saúde


Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Rua Leopoldo Bulhões, 1480 , 21041-210 Rio de Janeiro RJ Brazil, Tel.:+55 21 2598-2511, Fax: +55 21 2598-2737 / +55 21 2598-2514 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cadernos@ensp.fiocruz.br