Auto-relato de diagnóstico médico de asma e transtornos mentais comuns entre funcionários de uma universidade no Rio de Janeiro, Brasil: estudo Pró-Saúde

Self-reported history of physician-diagnosed asthma and common mental disorders among civil servants at a public university in Rio de Janeiro, Brazil: the Pró-Saúde study

Katia T. Nogueira Claudia S. Lopes Eduardo Faerstein Sobre os autores

Este estudo investiga a associação entre história de asma e transtornos mentais comuns em funcionários de uma universidade no Rio de Janeiro, Brasil. Dados seccionais da Fase 1 (1999) de um estudo de coorte (Estudo Pró-Saúde) foram coletados entre 4.030 funcionários. A asma foi avaliada mediante auto-relato de diagnóstico médico e a presença de transtornos mentais comuns pelo General Health Questionnaire (GHQ-12). Modelos lineares generalizados foram utilizados para o cálculo de razões de prevalência. A prevalência de asma foi de 11% (444), dos quais 39,7% (176) apresentavam transtornos mentais comuns. História de asma associou-se com renda mais elevada (p = 0,01) e sexo feminino (p = 0,001). A análise ajustada por sexo, idade e renda mostrou associação entre história de asma e transtornos mentais comuns (RP = 1,37; IC95%: 1,22-1,55), e aqueles com menos de dez anos de diagnóstico apresentaram uma prevalência de transtornos mentais comuns mais elevada do que aqueles sem diagnóstico de asma (RP = 1,88; IC95%: 1,32-2,70). Esses achados reforçam a necessidade de atenção por parte das equipes multidisciplinares dos aspectos emocionais dos pacientes com asma, em especial daqueles com menos tempo de convivência com a doença.

Asma; Transtornos Mentais; Estudos de Coortes; Questionários


Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Rua Leopoldo Bulhões, 1480 , 21041-210 Rio de Janeiro RJ Brazil, Tel.:+55 21 2598-2511, Fax: +55 21 2598-2737 / +55 21 2598-2514 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cadernos@ensp.fiocruz.br
Accessibility / Report Error