Determinantes biológicos e sócio-culturais associados à prática de atividade física de adolescentes

Biological and socio-cultural determinants of physical activity in adolescents

A atividade física é um comportamento importante na promoção de saúde e na prevenção de doenças. Para que se desenvolvam programas eficazes no incentivo à prática de atividade física em adolescentes, torna-se necessário que se identifiquem os fatores que a determinam. Este estudo pretende rever alguns dos aspectos do estado atual do conhecimento acerca da influência de determinantes demográfico-biológicos (idade, sexo, estatuto sócio-econômico) e sócio-culturais (família, pares e professor de educação física) na atividade física de adolescentes. Nesta revisão apenas foram incluídos estudos efetuados com amostras superiores a 100 adolescentes com idades entre os 10 e os 18 anos, que tenham adotado delineamentos de pesquisa transversal e que tenham utilizado questionários. Os principais resultados e conclusões foram que: a idade parece estar negativamente associada à atividade física; o sexo masculino tende a estar mais envolvido nessas atividades; o estatuto sócio-econômico elevado parece ser um fator protetor do risco de inatividade física; a participação da família e dos pares em atividades físicas parece estar positivamente associada às atividades por parte dos adolescentes; o professor de educação física parece não representar um fator propiciador da atividade física.

Atividade Motora; Adolescente; Comportamento do Adolescente


Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Rua Leopoldo Bulhões, 1480 , 21041-210 Rio de Janeiro RJ Brazil, Tel.:+55 21 2598-2511, Fax: +55 21 2598-2737 / +55 21 2598-2514 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cadernos@ensp.fiocruz.br