Accessibility / Report Error

Mortalidade infantil em Cuiabá, Mato Grosso, Brasil, 2005: comparação entre o cálculo direto e após o linkage entre bancos de dados de nascidos vivos e óbitos infantis

Infant mortality rate in Cuiabá, Mato Grosso State, Brazil, 2005: a comparison between direct calculation and linkage between the live birth and infant mortality databases

O objetivo deste estudo foi avaliar a Taxa de Mortalidade Infantil (TMI) pela utilização do método de linkage entre o banco de dados do Sistema de Informação sobre Nascidos Vivos (SINASC) e sobre mortalidade (SIM) e compará-la com a encontrada nos dados brutos fornecidos pelas mesmas bases de dados. Foi utilizado o SINASC contendo 9.590 Declarações de Nascidos Vivos (DNV) entre 1º de janeiro e 31 de dezembro de 2005 e o SIM com 156 Declarações de Óbitos (DO) relativas à população estudada. Dos 156 óbitos relativos ao ano de 2005 foram pareados pelo método direto 126 (80,8%) e pelo método de busca manual 11 (7%), totalizando um total de 137 óbitos (87,8%). As taxas encontradas com o método de linkage permitiram estimar a real TMI (14,2 óbitos/1.000 nascidos vivos) e a de seus componentes. A TMI encontrada pelo uso do método de linkage foi 17,3% menor que a calculada peça utilização dos registros brutos do SIM, permanecendo o componente neonatal precoce (7,2 óbitos/1.000 nascidos vivos) como o principal responsável pelos óbitos no primeiro ano de vida (50,4%).

Sistemas de Informação; Coeficiente de Mortalidade Infantil; Nascidos Vivos


Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Rua Leopoldo Bulhões, 1480 , 21041-210 Rio de Janeiro RJ Brazil, Tel.:+55 21 2598-2511, Fax: +55 21 2598-2737 / +55 21 2598-2514 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cadernos@ensp.fiocruz.br