A tradução do conhecimento em câncer cervical: existe um fosso entre a investigação sobre as causas e as pesquisas sobre o atendimento ao paciente?

David Fajardo-Ortiz Héctor Ochoa Luis García Víctor Castaño Sobre os autores

Neste trabalho, construímos um mapa da tradução do conhecimento em câncer do colo do útero com base na análise de redes, a citação e o uso de termos do Gene Ontology e do Medical Subject Headings. Foram identificadas duas áreas de pesquisa que estão mal interligadas e diferem na estrutura, conteúdo e evolução. Uma área é centrada no estudo das causas da doença, enquanto a outra é focada no tratamento do paciente. Na primeira área de pesquisa encontramos um processo de tradução do conhecimento em que a pesquisa básica e a pesquisa clínica são comunicadas por um conjunto de documentos que consolidam a infecção pelo papilomavírus humano como a causa necessária de câncer cervical. A primeira área é destinada a prevenir a infecção por HPV e no desenvolvimento de cancro, enquanto a segunda é destinado a estadiamento e tratamento da doença.

Pesquisa Médica Translacional; Neoplasias do Colo do Útero; Conhecimento


Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Rua Leopoldo Bulhões, 1480 , 21041-210 Rio de Janeiro RJ Brazil, Tel.:+55 21 2598-2511, Fax: +55 21 2598-2737 / +55 21 2598-2514 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cadernos@ensp.fiocruz.br