Diagnóstico das condições de saúde de uma comunidade garimpeira na região do Rio Tapajós, Itaituba, Pará, Brasil, 1992

Diagnosis of health conditions in a pan-mining community in the Tapajós River Basin, Itaituba, Pará, Brazil, 1992

Elisabeth de O. Santos Edvaldo Carlos B. Loureiro Iracina Maura de Jesus Edilson Brabo Rita do S. U. da Silva Manoel do C. P. Soares Volney de M. Câmara Maria dos R. S. de Souza Fernando Branches Sobre os autores

O objetivo do trabalho foi conhecer as condições de vida e de saúde de uma comunidade garimpeira e, particularmente, a superposição da contaminação Mércurial com outros agravos. Foi realizada no garimpo do igarapé do Rato, na bacia hidrográfica do rio Tapajós, Itaituba-Pará. A população abrangeu 223 indivíduos aos quais foi aplicado um questionário epidemiológico, e feito atendimento médico e coleta de espécimes biológicos. Na coproscopia, 96,1% indivíduos estavam parasitados e 66,4% anêmicos. A prevalência para o vírus da hepatite B ficou em 85,0%; 11 (6,0%) eram portadores do vírus. Dentre os pacientes investigados para malária, 35,0% (65) estavam com a doença e desses 52,3% (34) eram pacientes assintomáticos. A prevalência para sífilis foi de 41.6%. As dosagens de mercúrio em urina de 173 indivíduos revelaram 16 (9,2%) pacientes com dosagens maiores do que 10 ug/l e até 19 ug/l, enquanto que 9 pacientes (5,2%) do total investigado revelaram teores acima de 20 ug/l. O estudo revela indivíduos com superposição de agravos, sem diagnóstico adequado por falta de atendimento médico, praticando a automedicação, e, agora, vivendo a ameaça da intoxicação por mercúrio. Concluindo, o presente trabalho ofereceu apenas uma visão geral das condições de saúde encontradas na comunidade garimpeira estudada. Impossível, sob pena de alongar demasiadamente o artigo, detalhar todos os diversos aspectos que foram pesquisados, e que serão objeto de publicações futuras. Entretanto, essa visão geral atinge a finalidade de por em evidência a multicausalidade encontrada quando se precisa avaliar as condições de saúde na região amazônica, e que deve ser levada em consideração por ocasião do atendimento clínico e da administração terapêutica.

Saúde Ambiental; Saúde do Trabalhador; Garimpo de Ouro; Mercúrio


Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Rua Leopoldo Bulhões, 1480 , 21041-210 Rio de Janeiro RJ Brazil, Tel.:+55 21 2598-2511, Fax: +55 21 2598-2737 / +55 21 2598-2514 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cadernos@ensp.fiocruz.br