Aderência às recomendações dietéticas do Institute of Medicine (Estados Unidos) e o seu efeito no peso durante a gestação

Adherence to dietary recommendations by the Institute of Medicine and the effect on body weight during pregnancy

Adhesión a las recomendaciones dietéticas del Institute of Medicine (Estados Unidos) y su efecto en el peso durante la gestación

O objetivo do trabalho foi estimar o efeito que a aderência às recomendações do Institute of Medicine (IOM) dos Estados Unidos acerca da ingestão de energia e/ou da composição dos macronutrientes da dieta exercem no peso durante a gestação. Trata-se de estudo prospectivo com três pontos de observação que incluiu 255 gestantes. A variável dependente foi o peso aferido ao longo da gestação e a independente a adequação dietética segundo as recomendações do IOM para ingestão de energia e macronutrientes, categorizada em ingestão adequada ou excessiva. As análises estatísticas foram realizadas com modelos de efeitos mistos para medidas repetidas. As gestantes com ingestão excessiva eram 3,59kg (EP = 0,92kg) mais leves na linha de base (p < 0,01). Em média, o peso das gestantes variou 1,83kg (EP = 0,40kg) por trimestre, mas as gestantes com ingestão excessiva apresentaram um aumento de peso superior de 1,70kg (EP = 0,43kg), no mesmo período quando comparadas às com ingestão adequada (p < 0,01). Mulheres que aderiram às recomendações de ingestão dietética segundo o IOM aumentaram menos de peso durante a gestação.

Consumo de Alimentos; Ganho de Peso; Gravidez; Estudos de Coortes


Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Rua Leopoldo Bulhões, 1480 , 21041-210 Rio de Janeiro RJ Brazil, Tel.:+55 21 2598-2511, Fax: +55 21 2598-2737 / +55 21 2598-2514 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cadernos@ensp.fiocruz.br