Validação de uma ferramenta para avaliar a qualidade de serviços farmacêuticos

Neste trabalho apresentamos o processo de validação de um instrumento para avaliar a assistência farmacêutica, por meio da análise de implantação de um programa de distribuição de medicamentos do Governo Federal. Este processo se iniciou com a elaboração de um modelo teórico, baseado na revisão da literatura, que permitiu selecionar as dimensões conceituais e os respectivos critérios que melhor representassem estes constructos. Na segunda fase procedeu-se à ponderação dos indicadores para construção dos escores de qualidade. Foram testados três modelos para a classificação do grau de implantação e sete para a determinação do escore mais adequado com duas matrizes diferentes de indicadores. O objetivo era eleger a que apresentasse a maior coerência e consistência entre o grau de implantação do programa e os efeitos estimados, aprimorando a validade concorrente dos critérios utilizados. Os diversos modelos testados e os resultados obtidos, mostram que é possível se aumentar a validade do estudo, sem alterar os dados coletados, e o esforço se justificando por uma melhor compreensão do alcance e limites das medidas e das escolhas de suas ponderações e interpretações.

Modelos Lógicos; Serviços Farmacêuticos; Avaliação


Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Rua Leopoldo Bulhões, 1480 , 21041-210 Rio de Janeiro RJ Brazil, Tel.:+55 21 2598-2511, Fax: +55 21 2598-2737 / +55 21 2598-2514 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cadernos@ensp.fiocruz.br