Na costura do sapato, o desmanche das operárias: estudo das condições de trabalho e saúde das pespontadeiras da indústria de calçados de Franca, São Paulo, Brasil

Shoes stitched, workers unstitched: a study on working and health conditions among women factory workers in the footwear industry in Franca, São Paulo State, Brazil

Taísa Junqueira Prazeres Vera Lucia Navarro Sobre os autores

Este artigo é fundamentado em pesquisa que teve como objetivo estabelecer relações entre as condições de trabalho na indústria de calçados de Franca, São Paulo, Brasil, e os problemas de saúde relatados pelas trabalhadoras especializadas na atividade de pesponto (costura mecânica). A pesquisa de caráter qualitativo foi embasada teórica e metodologicamente no materialismo histórico-dialético e combinou técnicas de pesquisas sociológicas e etnográficas. A coleta de dados se deu por entrevistas gravadas, focadas na história de vida e trabalho, na observação sistematizada do processo de trabalho, na consulta a documentos históricos e na produção imagética. A análise dos dados permitiu compreender os efeitos do trabalho na saúde das trabalhadoras empregadas nas fábricas e no domicílio, que vivenciam processos laborais precários que se objetivam na intensificação e ampliação da jornada de trabalho, na cobrança por metas de produção, na insegurança do emprego e nos ambientes de trabalho insalubres.

Saúde do Trabalhador; Trabalho Feminino; Condições de Trabalho


Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Rua Leopoldo Bulhões, 1480 , 21041-210 Rio de Janeiro RJ Brazil, Tel.:+55 21 2598-2511, Fax: +55 21 2598-2737 / +55 21 2598-2514 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cadernos@ensp.fiocruz.br