Medidas de rede e apoio social no Estudo Pró-Saúde: pré-testes e estudo piloto

Social network and social support measures from the Pró-Saúde Study: pre-tests and pilot study

Dóra Chor Rosane Harter Griep Claudia S. Lopes Eduardo Faerstein Sobre os autores

Neste artigo, relatamos a metodologia de seleção de perguntas sobre rede e apoio social, incluídas em um estudo de coorte de 4.030 funcionários de uma universidade pública no Rio de Janeiro. Em primeiro lugar, a adequação de conceitos foi explorada em discussões de grupos de voluntários. Em seguida, o questionário do Medical Outcomes Study foi submetido a procedimentos padronizados de tradução e versão. As perguntas foram a seguir avaliadas em cinco etapas de pré-testes e estudo piloto. Nenhuma pergunta apresentou proporção de não-resposta acima de 5%. Os coeficientes de correlação de Pearson entre os itens foram distantes de zero e da unidade; a correlação entre cada item e o escore de sua dimensão foi superior a 0,80 em quase todos os casos. Finalmente, os coeficientes Alpha de Cronbach foram superiores a 0,70 em todas as dimensões. Os resultados sugerem que aspectos de rede e apoio social serão mensurados adequadamente, permitindo a investigação de suas associações com desenlaces relacionados à saúde em um grupo populacional no Brasil.

Apoio Social; Questionário; Estudos de Coortes


Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Rua Leopoldo Bulhões, 1480 , 21041-210 Rio de Janeiro RJ Brazil, Tel.:+55 21 2598-2511, Fax: +55 21 2598-2737 / +55 21 2598-2514 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cadernos@ensp.fiocruz.br