Accessibility / Report Error

As Relações Civis-Militares em Portugal: O Longo Processo para o Controle Civil e a Eficácia Militar* * [A tradução do original em inglês “Civil-Military Relations in Portugal: The Long Process to Achieve Civilian Control and Military Effectiveness” é de Vera Pereira.]

Civil-Military Relations in Portugal: The Long Process to Achieve Civilian Control and Military Effectiveness

Les Rapports entre Civils et Militaires au Portugal: Un Long Processus de Définition du Contrôle Civil et des Compétences Militaires

Las Relaciones entre Civiles y Militares en Portugal: Un Largo Proceso de Definición del Control Civil y de la Eficacia Militar

RESUMO

O artigo trata das relações entre civis e militares em Portugal usando um quadro analítico baseado em indicadores empíricos relativos a três dimensões: controle democrático por parte de civis, eficácia no desempenho de tarefas e missões, e eficiência. Apesar da crise econômica e da consequente falta de recursos do governo, esta análise se mostra positiva numa perspectiva comparada. Ademais da influência e dos incentivos de organizações internacionais, especificamente da OTAN, da União Europeia e das Nações Unidas, o artigo examina a utilização de políticas de defesa e das Forças Armadas, tanto pelos civis quanto pelos militares, na perseguição de objetivos estratégicos.

relações civis-militares; Portugal; controle civil democrático; eficácia militar; eficiência na política de defesa

Instituto de Estudos Sociais e Políticos (IESP) da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) R. da Matriz, 82, Botafogo, 22260-100 Rio de Janeiro RJ Brazil, Tel. (55 21) 2266-8300, Fax: (55 21) 2266-8345 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: dados@iesp.uerj.br