A enunciação escrita em Benveniste: notas para uma precisão conceitual * * Este texto retoma, parcialmente e com modificações, a terceira aula do Curso ministrado junto ao Institut des Textes et Manuscrits Modernes (ITEM), no Séminaire Génétique et théories linguistiques du cadre du Labex TransferS « Genèse et transferts de savoirs linguistiques », da École Normale Supérieure - Paris, ocorrido entre janeiro e fevereiro de 2016, a propósito da recepção de Ferdinand de Saussure e Émile Benveniste no Brasil.

The written enunciation in Benveniste: notes for a conceptual framework

Valdir do Nascimento FLORES Sobre o autor

RESUMO

Este texto apresenta uma proposta de interpretação para a expressão enunciação escrita, presente em “O aparelho formal da enunciação”, de Émile Benveniste, com vistas ao estabelecimento de princípios norteadores do estudo da enunciação escrita no quadro formal de realização da enunciação. Procede-se a um estudo de natureza conceitual para, em seguida, apresentar, em termos prospectivos, possibilidades de abordagem. Para tanto, procede-se a um estudo conceitual não apenas no referido artigo, mas também em outros textos do autor em que o tema da escrita é abordado para, finalmente, precisar-se o sentido que se pode atribuir à expressão. O resultado da pesquisa indica que há diferenças de tratamento do problema da escrita na obra do autor, permitindo concluir que a expressão enunciação escrita, apesar de guardar relações com a noção geral de escrita, se distingue desta em função de sua vinculação ao quadro formal de realização da enunciação esboçado por Benveniste.

Palavras-chave:
Enunciação escrita; enunciação; escrita; discurso

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC-SP PUC-SP - LAEL, Rua Monte Alegre 984, 4B-02, São Paulo, SP 05014-001, Brasil, Tel.: +55 11 3670-8374 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: delta@pucsp.br