Realização de processos verbais em textos científicos da área de engenharia civil

Realization of verbal processes in scientific texts in the field of civil engineering

O presente trabalho, vinculado ao projeto SAL, apresenta um estudo da realização de processos verbais em língua portuguesa do Brasil em textos da área de Engenharia Civil. O objetivo é analisar quais formas linguísticas realizam processos verbais, com que frequência são usados e que significados produzem em textos científicos dessa área. O corpus de análise constitui-se de 51 textos que compõem os volumes 1 e 2 do livro "Concreto: ciência e tecnologia", publicada pelo IBRACON (Instituto Brasileiro do Concreto). Para a compilação do corpus, seguiram-se princípios da Linguística de Corpus (Sardinha, 2004; Almeida & Correia, 2008). A identificação das formas linguísticas e o tratamento quantitativo dos dados foram realizados com auxílio das ferramentas WordListe Concord do WordSmith Tools (SCOTT, 2008). A análise das formas linguísticas foi realizada com base nos critérios da Gramática Sistêmico-Funcional (Halliday & Matthiessen, 2004) para descrição e classificação de processos verbais. Os resultados apontam que os verbos mais frequentes do corpus, recomendar e especificar, funcionam como processos de semiose do tipo comando e podem ser consideradas características do discurso científico na área de Engenharia Civil.Formas linguísticas em terceira pessoa do presente e no particípio servem como recurso de impessoalização no discurso científico.

Projeto SAL; processos verbais; discurso científico


Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC-SP PUC-SP - LAEL, Rua Monte Alegre 984, 4B-02, São Paulo, SP 05014-001, Brasil, Tel.: +55 11 3670-8374 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: delta@pucsp.br