Accessibility / Report Error

Prevalência de demência em populações colombianas

Com o aumento gradual da expectativa de vida das pessoas, devido aos progressos científico e de saúde pública a serviço da sociedade, a prevalência de demência tem aumentado a taxas bastante divergentes em todo o mundo. Atualmente, as taxas de prevalência variam entre 5% e 7% (6,4% em os EUA até 8,5% na América Latina) em indivíduos com idade superior a 60 anos. Prevalência mais baixa (2,1%) foi relatada na África sub-saariana, provavelmente devido a mortalidade seletiva abaixo dos 60 anos de idade. Ao contrário, uma alta prevalência de demência (23,6% de demência em pessoas ≥60 anos) foi observada na cidade de Neiva, no sul da Colômbia. Acreditamos que essa taxa alta pode ser explicada pela presença de vários fatores de risco, como: baixa escolaridade, níveis socio-económicos mais baixos, doenças crônicas, inclusão de instituições geriátricas, entre outros, e outros possíveis fatores desconhecidos.

demência - epidemiologia; prevalência; cuidadores; serviços de cuidados de saúde para os idosos - economia; prioridades em saúde; prevalência de demência em Neiva e Colômbia


Academia Brasileira de Neurologia, Departamento de Neurologia Cognitiva e Envelhecimento R. Vergueiro, 1353 sl.1404 - Ed. Top Towers Offices, Torre Norte, São Paulo, SP, Brazil, CEP 04101-000, Tel.: +55 11 5084-9463 | +55 11 5083-3876 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revistadementia@abneuro.org.br | demneuropsy@uol.com.br