EFEITO DE VON RESTORFF NA VERSÃO BRASILEIRA DO TESTE DE APRENDIZAGEM AUDITIVO-VERBAL DE REY EM IDOSOS

Gabriel Lima Alina Teldeschi Natália Oliveira Camila Bernardes Cláudia Drummond Naima Assunção Tiago Bortolini Paulo Mattos Sobre os autores

RESUMO.

Efeito de von Restorff (efeito de isolamento) refere-se ao estímulo que é mais facilmente lembrado em relação a outros em tarefas de memória. Tal efeito foi demonstrado em diferentes faixas etárias com diferentes metodologias.

Objetivo:

Investigar: a) presença do efeito de isolamento numa população idosa avaliada com a nova versão brasileira do Teste de Aprendizagem Auditivo-Verbal de Rey (RAVLT), em que uma palavra com potencial carga emocional (‘mãe’) foi introduzida; b) se o efeito de isolamento persiste em distúrbios de memória de diferentes gravidades (Comprometimento Cognitivo Leve [MCI]; Demência de Alzheimer [AD]).

Métodos:

RAVLT foi aplicado em 287 voluntários. Indivíduos participaram de avaliações médica e neuropsicológica e foram posteriormente agrupados em controles normais (n=114), MCI (n=87) e DA (n=86). Análises de variância e testes de Chi-quadrado foram realizados. Análises post-hoc foram conduzidas para avaliar diferenças de características entre os grupos.

Resultados:

Observaram-se efeitos significativos de grupo na curva de aprendizagem. Todos os grupos apresentaram curva de posição serial em formato W - invés do clássico formato em U.

Conclusão:

A nova versão brasileira do RAVLT evidenciou um efeito de von Restorff. Tal fenômeno foi visto não apenas em idosos, mas também em pacientes com MCI e AD, fornecendo medidas psicométricas adicionais para análises de diferenças intergrupais.

Palavras-chave:
memória; aprendizagem verbal; testes neuropsicológica

Associação de Neurologia Cognitiva e do Comportamento Rua Itapeva, 538/ 132, 01332-000 São Paulo - SP - Brasil, Tel: (55 11)3288-8684/3288-9923 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: demneuropsy@uol.com.br