INFLUÊNCIA DA IDADE E DA ESCOLARIDADE NOS PROCESSOS DE AGRUPAMENTO E ALTERNÂNCIA EM TAREFAS DE FLUÊNCIA VERBAL

Andressa Hermes Pereira Ana Bresolin Gonçalves Maila Holz Hosana Alves Gonçalves Renata Kochhann Yves Joanette Nicolle Zimmermann Rochele Paz Fonseca Sobre os autores

RESUMO

Fluência verbal (FV) são ferramentas amplamente utilizadas na avaliação neuropsicológica.

Objetivo:

Nosso objetivo foi investigar a influência da idade e do nível de escolaridade no agrupamento e alternância em três modalidades de fluência verbal: fonêmica (FVF), semântica (FVS) e livre (FVL).

Métodos:

Avaliamos o tipo, tamanho médio e quantidade de agrupamentos, alternâncias, intersecções e retornos. Foram divididos 260 indivíduos, em três grupos etários: jovens adultos (18 a 39 anos), adultos de idade intermediária (40 a 59 anos) e idosos (60 a 80 anos) e dois grupos de escolaridade 1-8 (baixa), 9 ou mais (alto). Uma análise ANOVA de dois fatores foi conduzida para analisar o efeito da idade e do nível educacional e suas interações, além de uma ANOVA de medidas repetidas para verificar o desempenho ao longo da tarefa.

Resultados:

Encontrou-se efeito principal da idade nas tarefas de FVL e FVS nos seguintes escores: total de alternâncias, agrupamento taxonômicos e no total de agrupamentos semânticos na FVS. Houve um efeito principal do nível educacional no total de alternâncias (FVL, FVF e FVS), agrupamento taxonômicos (FVL e FVS), agrupamento temáticos e cluster semântico total (FVL), clusters fonêmicos e mistos (FVF), tamanho médio de cluster (FVL e FVS) e, finalmente, interseções (FVS). O nível educacional teve efeito maior nas três tarefas de FV.

Palavras-chave:
fluência verbal; agrupamento; comutação; efeito de idade; efeito da escolaridade

Associação de Neurologia Cognitiva e do Comportamento Rua Itapeva, 538/ 132, 01332-000 São Paulo - SP - Brasil, Tel: (55 11)3288-8684/3288-9923 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: demneuropsy@uol.com.br