Accessibility / Report Error

Prosopagnosia congênita: relato de caso

Rodrigo Rizek Schultz Paulo Henrique Ferreira Bertolucci Sobre os autores

Resumo

Prosopagnosia é uma agnosia visual caracterizada por uma incapacidade de reconhecer faces humanas vistas anteriormente e aprender outras. O objetivo é apresentar uma mulher de 46 anos com prosopagnosia congênita e discutir as bases neurais da percepção e do reconhecimento de faces. Ela nos procurou referindo apresentar desde a infância problemas no reconhecimento de faces de membros da família, amigos próximos e mesmo para sua própria imagem numa fotografia. Também diz apresentar prejuízo no reconhecimento de animais, como discriminar cães de gatos. Apresentou dificuldades em identificar e reconhecer animais desenhados; reconhecer figuras sobrepostas (Luria), incorrendo em paragnosias visuais e identificar silhuetas de animais (VOSP). Em testes não convencionais, usando figuras, evidenciou diminuição da capacidade em identificar faces famosas, expressões faciais e animais, mas não em estimar o sexo e a idade das pessoas. Concluindo, suas habilidades perceptuais para face estão preservadas, mas há um déficit de reconhecimento. Tudo indica que sua agnosia pertence ao grupo das associativas.

Palavras-chave:
prosopagnosia; congenital; agnosia; reconhecimento de face

Academia Brasileira de Neurologia, Departamento de Neurologia Cognitiva e Envelhecimento R. Vergueiro, 1353 sl.1404 - Ed. Top Towers Offices, Torre Norte, São Paulo, SP, Brazil, CEP 04101-000, Tel.: +55 11 5084-9463 | +55 11 5083-3876 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revistadementia@abneuro.org.br | demneuropsy@uol.com.br