Ausência de déficits de funções executivas em adultos portadores de TDAH provenientes de amostra clínica brasileira

Eloisa Saboya Gabriel Coutinho Daniel Segenreich Vanessa Ayrão Paulo Mattos Sobre os autores

Resumo

Déficits de funções executivas foram previamente documentados em portadores de Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH).

Objetivo:

O presente estudo objetivou comparar medidas de funções executivas entre adultos portadores de TDAH e controles normais, pareados por idade, sexo e escolaridade.

Métodos:

Vinte e três adultos auto-referidos diagnosticados como portadores de TDAH de acordo com os critérios do DSM-IV e vinte e cinco controles foram avaliados com bateria de testes neuropsicológicos, que incluía: Teste de Seleção de Cartas de Wisconsin, Torre de Hanoi, Amplitude de Dígitos , Teste das Trilhas (A e B), Teste de Stroop e Matrizes Progressivas de Raven.

Resultados:

O desempenho dos portadores de TDAH não diferiu de forma significativa dos controles em nenhum dos testes utilizados.

Conclusão:

A bateria de testes de funções executivas utilizada no presente estudo não foi capaz de discriminar adultos portadores de TDAH de controles desta amostra clínica.

Palavras-chave:
Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade; atenção; funções executivas; testes neuropsicológicos; adultos.

Associação de Neurologia Cognitiva e do Comportamento Rua Itapeva, 538/ 132, 01332-000 São Paulo - SP - Brasil, Tel: (55 11)3288-8684/3288-9923 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: demneuropsy@uol.com.br