SINTOMAS NEUROPSIQUIÁTRICOS NA DEMÊNCIA VASCULAR: ASPECTOS CLÍNICOS E EPIDEMIOLÓGICOS

Marcelo Antônio Oliveira Santos Lucas Soares Bezerra Carolina da Cunha Correia Igor Silvestre Bruscky Sobre os autores

RESUMO

Demência é uma terminologia geral para um grupo heterogêneo de doenças orgânicas e neurodegenerativas. As causas cerebrovasculares são responsáveis por 20% dos casos.

Objetivo:

Descrever as características clínicas e epidemiológicas de indivíduos maiores de 60 anos diagnosticados com demência vascular ou mista em hospital de referência em demência.

Métodos:

Estudo retrospectivo descritivo de 2014 a 2017 em idosos com demência. Outras formas de demência ou uso de medicamentos que mimetizem distúrbios cognitivos foram excluídos. O inventário neuropsiquiátrico de 12 itens foi usado para avaliar os sintomas neuropsiquiátricos (SNP).

Resultados:

81.1% dos pacientes apresentaram SNP, apenas 15% tiveram dois ou mais. Apatia foi o mais frequente (56,6%). Houve associação entre CDR 1 ou 2 e SNP (OR = 6.16, 95% CI: 1.36-27.9, p = 0.02).

Conclusão:

Geralmente há um sintoma isolado, sendo apatia o principal. Encontramos associação entre demência leve e moderada e SNP.

Palavras-chave:
demência vascular; idosos; sintomas comportamentais; sintomas neuropsiquiátricos

Associação de Neurologia Cognitiva e do Comportamento Rua Itapeva, 538/ 132, 01332-000 São Paulo - SP - Brasil, Tel: (55 11)3288-8684/3288-9923 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: demneuropsy@uol.com.br