O Kwaryp kamaiurá na aldeia de Ipavu

O objetivo deste ensaio é descrever a cerimônia do Kwaryp, ocasião cerimonial única que reúne a maioria dos povos da região em uma aldeia anfitriã, e focalizar os principais procedimentos envolvidos na realização da festa, destacando as práticas voltadas tanto para reafirmar a coesão social como para expressar a ambiguidade das relações entre as diferentes aldeias. Solidariedade e hostilidade se alternam na configuração do universo alto-xinguano e revelam a complexa rede política que o envolve.

Cerimônia Kwaryp; Ambiguidade das relações; Unidade alto-xinguana; Coesão social


Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo Rua da Reitoria,109 - Cidade Universitária, 05508-900 São Paulo SP - Brasil, Tel: (55 11) 3091-1675/3091-1676, Fax: (55 11) 3091-4306 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: estudosavancados@usp.br