Patogênese das novas morfologias do trabalho no capitalismo contemporâneo: conhecer para mudar

RENÉ MENDES Sobre o autor

resumo

Este artigo sintetiza as inquietudes e preocupações geradoras do Projeto de Pesquisa intitulado “Impactos das novas morfologias do trabalho contemporâneo sobre o viver, o adoecer e o morrer de trabalhadores”, iniciado em 2019, no Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo (IEA-USP). Ele parte da identificação e reconhecimento dos principais estudos realizados sob a óptica sociológica (principalmente), porém o texto busca aprofundar as reflexões sobre a natureza e a complexidade dos mecanismos de patogênese das novas morfologias do trabalho sobre a vida e a saúde de trabalhadores, sob a óptica da Epidemiologia Social.

palavras-chave:
Trabalho; Novas morfologias do trabalho; Saúde do Trabalhador; Epidemiologia Social; Saúde Coletiva

Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo Rua da Reitoria,109 - Cidade Universitária, 05508-900 São Paulo SP - Brasil, Tel: (55 11) 3091-1675/3091-1676, Fax: (55 11) 3091-4306 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: estudosavancados@usp.br