Sobrecarga dos cuidadores de crianças ou adolescentes que sofrem transtorno mental no município de Maringá - Paraná* * Pesquisa realizada como requisito final de avaliação para a disciplina: Cuidado a saúde nos diferentes ciclos de vida, do Curso de Pós-graduação - Doutorado em Enfermagem, pela Universidade Estadual de Maringá. 2014.

Sobrecarga del cuidador de niño o adolescente con trastorno mental en la ciudad de Maringá - Paraná

Aline Aparecida Buriola Jéssica Batistela Vicente Robsmeire Calvo Melo Zurita Sonia Silva Marcon Sobre os autores

RESUMO

Objetivo:

Identificar a sobrecarga do cuidador de criança ou adolescente com transtorno mental.

Métodos:

Estudo transversal, descritivo, exploratório, quantitativo, realizado com 82 cuidadores/familiares de crianças e adolescentes atendidos no Centro de Atenção Psicossocial infantil do município de Maringá, Paraná, Brasil. A coleta foi de dezembro de 2012 a julho de 2013, utilizando-se a Escala de Sobrecarga dos Familiares de Pacientes Psiquiátricos e um questionário sócio-demográfico.

Resultados:

Identificou-se sobrecarga objetiva elevada quanto à assistência em atividades da vida cotidiana, como supervisão na tomada de medicamentos, e sobrecarga subjetiva alta decorrente do convívio com comportamentos problemáticos.

Conclusão:

Nesse contexto é imprescindível vincular a família nas ações de cuidado prestadas nos serviços de saúde, sendo necessário que os profissionais atuem potencializando pontos positivos da convivência da família com essas crianças e adolescentes, sanando dúvidas e sendo o suporte da família para as dificuldades que surgem no convívio.

Palavras-chave:
Saúde Mental; Cuidadores; Família; Serviços de Saúde Comunitária

Universidade Federal do Rio de Janeiro Rua Afonso Cavalcanti, 275, Cidade Nova, 20211-110 - Rio de Janeiro - RJ - Brasil, Tel: +55 21 3398-0952 e 3398-0941 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: annaneryrevista@gmail.com