Estudo da morbidade em uma população idosa

Estudio de la morbilidad en la población de ancianos

Morbidity study in an elder population

Elizabeth Aparecida de Souza Maria José Scochi Maristela Salete Maraschin Sobre os autores

Este estudo objetivou identificar os agravos que mais acometeram os idosos no período de 1998 a 2005 e a capacidade funcional dos residentes na área de abrangência de quatro unidades básicas de saúde de diferentes regiões, no Município de Cascavel, Paraná, em 2007. Os dados de morbidade foram pesquisados no Sistema de Informações Hospitalar do Sistema Único de Saúde, e foram realizadas entrevistas com 141 idosos. No período estudado, a morbidade pouco variou: as doenças do aparelho circulatório foram responsáveis pelo maior número de internamentos. A média geral de doenças referidas pelos idosos foi de 2, com destaque para as cardiovasculares. Dentre os entrevistados, 136 (96,5%) afirmaram realizar todas as atividades cotidianas, sem o auxílio de outras pessoas. O estudo mostra que é necessário implantar serviços voltados para as doenças crônicas, com foco na manutenção da máxima capacidade funcional pelo maior tempo possível, valorizando a autonomia e a autodeterminação dos idosos.

Idoso; Morbidade; Políticas Públicas


Universidade Federal do Rio de Janeiro Rua Afonso Cavalcanti, 275, Cidade Nova, 20211-110 - Rio de Janeiro - RJ - Brasil, Tel: +55 21 3398-0952 e 3398-0941 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: annaneryrevista@gmail.com