Sentimentos existenciais expressos por usuários da casa de apoio para pessoas com câncer

Sentimientos existenciales expresados por usuarios de una casa de apoyo para personas con cáncer

Patrícia Chatalov Ferreira Julia Wakiuchi Vanessa Denardi Antoniassi Baldissera Catarina Aparecida Sales Sobre os autores

Objetivo:

Objetivou-se compreender o significado do acolhimento em casas de apoio para os usuários com câncer, durante o tratamento antineoplásico fora de suas cidades.

Métodos:

Embasado pela fenomenologia heideggeriana. Foram entrevistados 15 usuários de uma casa de apoio filantrópica localizada no noroeste do Paraná. A etapa de campo ocorreu de junho a julho de 2012, sendo os usuários entrevistados a partir da questão norteadora: "Como você se sente ao permanecer em uma casa de apoio durante seu tratamento para o câncer?".

Resultados:

Por meio da exploração e análise das falas emergiram três categorias: "Recordando seu vigor de ter sido", "Experenciando ser acolhido no presente" e "Vivenciando satisfação autêntica ao ser cuidado".

Conclusão:

Compreendemos que vivenciar uma acolhida autentica baseada em um modo solidário e humanizado, além de aproximar os profissionais de um cuidado integral, desperta nos entes cuidados sentimentos de gratidão e empatia.

Neoplasias; Assistência integral à saúde; Apoio social; Qualidade de vida


Universidade Federal do Rio de Janeiro Rua Afonso Cavalcanti, 275, Cidade Nova, 20211-110 - Rio de Janeiro - RJ - Brasil, Tel: +55 21 3398-0952 e 3398-0941 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: annaneryrevista@gmail.com